.

.

28 agosto 2008

Estou sempre em ti...


Estou sempre em ti…
Ainda que pressuponhas que a distância
e a ausência que muitas vezes nos aparta
levam de mim o aroma de tudo o que já partilhámos.

Ainda que penses que as minhas mãos
em certos momentos ensaiam acenos e despedidas…
continuo aqui, serenamente, à tua espera.

Ainda que, não estando tu sempre presente,
consigo sentir o doce sussurro da tua voz a cada madrugada,
lembrando-me que sempre fui tua, mesmo antes de te amar.

E na soma de todas as minhas certezas,
sei que o teu caminho
é aquele que te traz sempre para mim.

(Sussurros da Lua)

2 comentários:

Luiz Caio disse...

Oi Sonia! Como vai!
O amor é infinito, quando estamos amando!... Não é o mais lindo, porque no instante, é único.O nosso amor é tudo... Quando estamos amando!

UM GRANDE ABRAÇO!

. disse...

Muito interessante o seu blog!!!!!!!!!!!Parabéns!Achei lindo os seus poemas!
Mais uma vez parabéns!

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.