.

.

06 agosto 2008


Meus dedos
repetem
movimentos semelhantes
ao da dança das flores.
Flutuam
como o balanço das ondas,
como barcos
nos confins do ventar,
fazem curvas
como nuvens na imensidão.
Possuo
o tempo entre os dedos.
São tantas emoções
que não me cabem na mão.
Dedos que moldaram,
a beleza da minha vida,
que extraíram ritmos
pintando
estrelas
na ponta
de cada dedo.

http://josanne.nireblog.com/archives/2008/01

2 comentários:

Sonia Regly disse...

Amiga Sonia,
Têm uma interessante postagem sobre os jogos eletrônicos e a vilolência.Gostaria de saber sua opinião.

UMA PAGINA DE AMOR disse...

Hoje pesquisando na Internet achei o teu blog, então vi que ele esta cada vez mais lindo, beijos te amo Sônia

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.