.

.

26 outubro 2008


A chuva de nosso amor é temporal,
Tempestade batendo forte,
Atrapalhando a respiração, dificultando a visão.
Vem de dentro o riso fácil.
Forças da Natureza mostrando as garras,
Em vez do medo, felicidade de não
ter sentido antes nada igual:
O inédito, o inesperado, por vezes reclamado,
Como a sensação da “chuva de nós dois”.
Correndo como dois jovens sob a tormenta da vida,
Brincando com o tempo e o tempo da idade.
Intensidade da relação,
acreditando no amanhã que virá virgem.
Percorrendo o paraíso e o abismo quase ao mesmo tempo.
O sonho deixando o brilho
estampado nas rugas do olhar,
Arriscando tudo como uma miragem,
a miragem de nós dois, apaixonados.

http://br.geocities.com/atelienb/2apaixonados.htm

2 comentários:

Sonia Regly disse...

Amiga,
Mudei o Feeds do Compartilhando as letras. Gostaria que vc linkasse o novo endereço para receber as novas atualizações.Beijão e obrigada

http://evelyns-place.com/compartilhandoasletras/

Sonia Regly disse...

Amiga,
Mudei o Feeds do Compartilhando as letras. Gostaria que vc linkasse o novo endereço para receber as novas atualizações.Beijão e obrigada

http://evelyns-place.com/compartilhandoasletras/

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.