.

.

08 dezembro 2008


Esse amor é semente de raiz profunda
Tem vida no olhar, onde traz confiança.
É rio nascendo pra irrigar tua ternura
Se lança em teu chão, fertiliza a esperança.

Acreditando então, nesse rubro poente.
Viva esse amor tão saudável, e nutrido.
Que percorre límpido e livre tuas veias
Colha o viço palpável desses dias floridos

Esse amor que não pede juras eternas
Dócil, mas forte, que cresce entre espinho.
Transbordando a alma, irrigando o caminho.

Sazonado e frutífero, esse amor se rende.
Porque há tempos, no tear desse sentimento.
Acreditando bordou esse lindo “Pra sempre”.

Glória Salles
http://omarmencantacompletamente.blogspot.com/

Um comentário:

Olhar o mar disse...

Olá Sonia - tudo de bom para vc e seus familiares
Como sabe sempre venho aqui a seu blog para ler e reler os poemas que aqui coloca e que são fruto duma verdadeira sensibilidade e bom gosto,

Sobre os meus poemas já sabe que nem precisa pedir, vc foi das minhas primeiras visitas e nos momentos difices me incentivou sempre a escrever, mal ou bem, mas a escrever e a postar e seguir esse meu fado.

Obrigado e receba, deste outro lado do mar uma onda imensa que não cabe em mar nenhum, plena de solidariedade e de amizade para vc e seus entes mais queridos.

olharomar

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.