.

.

12 junho 2009

Lágrima...


Purpurina dos olhos,
brilham de saudade de você
E se transformam em sóis
quando demoram a te ver.

Depois, se apagam
num risco no céu...
Um cisco que escapou
e saiu a sua procura.


(Sirlei L. Passolongo)
Imagem 1: Internet
Imagem 2: Praia do Campeche, Florianópolis, Brasil
]

15 comentários:

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Pegue um sorriso
E doe-o a quem jamais o teve.
Pegue um raio de sol
E faça-o voar
Lá onde reina a noite.
Descubra uma fonte
E faça banhar-se
Quem vive no lodo.
Pegue uma lágrima
E ponha-a no ânimo
De quem não sabe lutar.
Descubra a vida
E narre-a a quem não sabe entende-la.
Pegue a esperança
E viva na sua Luz.
Pegue a bondade
E doe-a
A quem não sabe doar.
Descubra o AMOR
E faça-o conhecer o mundo.

( Mahatma Gandhi)

Desejo um lindo final de semana com muito amor e carinho...
Beijos te amo muito Sônia Eduardo Poisl

Osvaldo disse...

Oi, Sonia;

A beleza das lágrimas, como deste poema, é que podem transmitir todas as alegrias que um sentimento profundo aprisiona durante certo tempo e quando esse sentimento se solta, as lágrimas explodem como um vulcão de ternura.

lindo poema dedicado à força do sentimento.

bjs, Sonia.
Osvaldo

Daniel Costa disse...

Sonia

Apenas uma lágrima e uma praia lindíssima. Estamos nos mares do Sul!...

Daniel

Arantza G. disse...

Todo mi cariño y el deseo que pases un buen día. Sin lágrimas!
Besos.

Sofá Amarelo disse...

Lágrima é dádiva ... só os seres divinos conseguem deitar lágrimas... purpurinas!!!

mundo azul disse...

___________________________________

Bonito poema! Obrigada por compartilhar...Parabéns à poetisa!


Beijos de luz e o meu carinho, Sonia...


________________________________

sam rock disse...

Na Galicia tamén temos saudade, que no é o mesmo que morriña.

Unha aperta

CASSANDRA GAVA disse...

"Como eu não tenho o dom de ler pensamentos, eu me preocupo somente
em ser amigo e não saber quem é inimigo.
Pois assim, eu consigo apertar
a mão de quem me odeia
e ajudar a quem não faria por mim o mesmo."

ÓTIMO RESTINHO DE SÁBADO, E UM MELHOR AINDA DOMINGO....
OBRIGADA POR SUA AMIZADE!!!
BJS...

Lu Cavichioli disse...

Teu blog é lindo e reconfortante Sonia.
Adoro passar por aqui.

ultrabeijos da Lu

Edson Lariucci disse...

Oi SÔnia! Tudo bem com vc? Como vão as tardes?
estou aqui mais uma vez e não posso deixar de transcrever a minha sinceridade! Linda suas imagens! Elas me fazem um bem danado! Vc nem imagina! Muitíssimo bom gosto!

Bjs!

Mustafa Şenalp disse...

Çok güzel site. :)

Luísa N. disse...

Olá, Sonia!
"Purpurina dos olhos" é a mais bela imagem que já vi para 'lágrimas'. Bela!!!
Um abraço!
Luísa

Colibri disse...

Cara amiga,

Seu blogue é um doce... Os textos, a música e as fotos fazem uma conbinação perfeita. :-)

Obrigado por estar presente nos meus blogues...

Beijinhos

Colibri
--
Se você suporta emoções fortes, ouça o testemunho de vida deste homem que, no passado, cometeu todo o tipo de crimes e barbaridades e, hoje, é um ungido de Deus, devido à sua extraordinária transformação por Jesus Cristo. Segure-se bem e ouça... Depois não diga que não avisei…

Testemunho fortísssimo do Ex-Bruxo Tio Chico...

Luísa disse...

Estamos em sintonia! Há uma química na blogosfera que me encanta!Sino-me uma pequenata, ainda a aprender o que é a vida e, de repente, sinto-me ao vosso lado, com alguma sabedoria, afinal...!
Estar aqui convosco, é muito agradável!
Obrigada Sónia!
Beijinho terno!

rouxinol de Bernardim disse...

Sônia :

Bom fim de semana para si e para os que ama!

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.