.

.

18 junho 2009

Sou um Poema


Sou um poema que existe
bonito, correndo em minhas mãos
que voa nas manhãs de primavera.
E só eu o vejo...
Sou um poema bonito que me sorri
sussurra versos na noite...
Mas só eu o vejo.
Existe uma música bonita que me ecoa nos ouvidos
que se arrasta nas paredes...
nas folhas das árvores...
Apenas eu a ouço.
Existe uma música bonita
que baila nas nervuras da vida...
Mas só eu a ouço.
Existe um poema bonito nos meus olhos
só eu o vejo.
Existe um poema bonito...
mas sempre que o tento passar para o papel
para o partilhar,
para lhe dar asas para voar...
Ele foge de mim...
ele não se deixa capturar...
Existe um poema bonito...
Um poema...

Helô Abreu
Imagem 1: Internet

18 comentários:

Gilbamar disse...

Belíssimo poema cheio de encanto e sentimento. Fascinante!

Poético abraço.

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Que lindo poema, serve para mim tambem. tu sabe o pq .
Beijos te amo

CelyLua - O blog das Letras disse...

Querida Princesinha Sônia,

Saudade...
Visitar seu belo blog é sempre encanto aos olhos da minha mente.
Sua postagem estar deslumbrante...
Parabéns e aplausos!!!
Querida amiga, tem prêmio pra você no meu blog “CelyLua Sorrisos”.
É o primeiro prêmio que meu novo blog “CelyLua Sorrisos” Recebe.
Portanto, é uma satisfação pra mim, estar repassando também pra você amiga.
Deus te abençoe.
Beijos de poesias.
“Feliz São João!”.
Com apreço,
CelyLua, Amiga e fã do seu brilhante blog.

Muito obrigada!

a magia da noite disse...

e no poema, dançam as letras ao som dos silêncios que escutam a música das palavras.

Dora Regina Dias Pereira disse...

Que poema mais lindo! Que bom amanhecer o dia lendo essa maravilha!
Um bom dia! Um bom fim de semana!

Dora Regina Dias Pereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Victor Gil disse...

Oi amiga.
Parabéns pelos teus filhos, especialmente para o que faz anos hoje. Tens uma família linda. Também tenho um filho com 26 anos e hoje minha mãe está fazendo os seus 88 anos.
Tudo de bom para a tua vida.
Beijos
Victor Gil

Agulheta disse...

Sónia! Adorei o poema,um belo amanheçer,a família é linda,e os filhos são as nossa pétalas da suavidade do nosso jardim...a mulher.
Beijinho bfs

Iana disse...

Querida amei seu poema e
sem contar que as fotos estão
maravilhosas, que vista!

Tudo lindo por aqui, gostei de ver as fotos de seus filhos... Parabéns pelo niver do filhão...

beijos mil da rosa amiga
Iana!!!

Sthefanie disse...

Parabéns ...Lindo Poema!
O bonito poema a que o texto se refere parece ser o sonho que cada um de nós tem e que é nosso e só nosso !
Há Parabéns ao seu filho desejo tudo de bom a ele!

Karla Moreno disse...

Que lindo poema =]

Ah, lindos filhos tbm =]
beijos e um ótimo fds,
Kakau.

Isaac Melo disse...

Querida Sônia,
tua terra é linda!
E o blog cada dia melhor!
Abraços!

Antonio Paulo disse...

Lindo poema belas imagens e filhos lindos demais. Adoro ver essa felicidade nos rostos das pessoas todas e das amigas então nem se fala.

mar salgado disse...

quando vi a foto da Praia de Sto António de Lx pareceu-e estar a ver o casario de alguma vila Ribatejana. Tal e qual :)
...
Só o mar nos separa

a ALMA das IMAGENS disse...

Sonia!!
Lindo este seu poema.
Um abraço de alma.
Sissi

Wanderley Elian Lima disse...

Amiga Sonia, acho que somos todos um poema. Ora cômico, ora trágico ora lírico, a vida é um poema. Espero que a minha seja tão longa quanto um poema de Camões, rsrsrsrsrs.
Tenha um ótimo fim de semana.
Obs: que família linda...
Abraços

Pelos caminhos da vida. disse...

Lindo poema amiga.

Familia muito bonita.

Tem selinho la pra vc.

beijooo.

o Nosso cAstelo disse...

tens um 'desafio' de fantasia lá no Nosso cAstelo, caso te sintas inspirado a aceitar...bj

http://princesadragao.blogspot.com/2009/06/fantasia.

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.