.

.

29 agosto 2009

Mais ou Menos



A gente pode morar numa casa mais ou menos,
numa rua mais ou menos,
numa cidade mais ou menos,
e até ter um governo mais ou menos.

A gente pode dormir numa cama mais ou menos,
comer um feijão mais ou menos,
ter um transporte mais ou menos,
e até ser obrigado a acreditar mais ou menos no futuro.
A gente pode olhar em volta e sentir que tudo está mais ou menos...

TUDO BEM!

O que a gente não pode mesmo, nunca, de jeito nenhum...
é amar mais ou menos,
sonhar mais ou menos,
ser amigo mais ou menos,
namorar mais ou menos,
ter fé mais ou menos,
e acreditar mais ou menos.
Senão a gente corre o risco de
se tornar uma pessoa mais ou menos...

Chico Xavier

9 comentários:

Valdemir Reis disse...

Olá amiga Sonia.
Aproveito e venho matar a saudade fazendo uma visita. Valeu chegar até aqui! Confesso que gostaria de voltar com mais freqüência, porém o “MBA” continua firme e o tempo ficou muito dividido, entretanto organizei momentos para visitar os preciosos amigos(as). Na oportunidade quero compartilhar de Machado de Assis o poema: “BONS AMIGOS. Abençoados os que possuem amigos, os que os têm sem pedir. Porque amigo não se pede, não se compra, nem se vende. Amigo a gente sente! Benditos os que sofrem por amigos, os que falam com o olhar. Porque amigo não se cala, não questiona, nem se rende. Amigo a gente entende! Benditos os que guardam amigos, os que entregam o ombro pra chorar. Porque amigo sofre e chora. Amigo não tem hora pra consolar! Benditos sejam os amigos que acreditam na tua verdade ou te apontam a realidade. Porque amigo é a direção. Amigo é a base quando falta o chão! Benditos sejam todos os amigos de raízes, verdadeiros. Porque amigos são herdeiros da real sagacidade. Ter amigos é a melhor cumplicidade! Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinho, há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas!” Desejo um ótimo fim de semana. Muito sucesso, muita paz e luz. Brilhe sempre! Fique com Deus. Felicidades.
Valdemir Reis

Mundo Animal. disse...

(“)_(“).-“”’-.,/)
; ° ° ‘; - ., , ‘ )
(♥_, )’__,)’-._)

COMO SIEMPRE GENIAL TU ENTRADA AMIGA SONIA, Y BELLAS FOTOSS, QUE TENGAS UN BUEN DOMINGO
SALUDOS DESDE MUNDO ANIMAL.

Mª Dolores Marques disse...

Fotos e poemas que fazem refelectir num dia como o de hoje

Domingo solarengo que convida a meditar


Beijos

efvilha disse...

Olá.
É por pensar assim que construí minha fé de que somos, cada qual, uma singularidade constituída de infinitas intensidades.
Onde houver a sabedoria de colher braçadas de intensidades, a cada dia, aí também estará a felicidade.

Beijo de muita Paz. Fique bem.

Alvaro Oliveira disse...

Olá Sónia

Adorei seum post! com um sentido expressivo e realista.

Amiga passe em meu blog, tem
selinho para si, com carinho.

Um lindo Domingo

Beijinhos

Alvaro

Dois Rios disse...

Oi, Sônia!

O "mais ou menos" é o mesmo que nada. Para amar, sonhar, ter fé, e ser amigo de alguém, precismos da completude.

Beijo,
Inês

Sandra disse...

Adorei o post...

tenha um ótimo domingo
Beijosss

Codinome Beija-Flor disse...

Sonia,
As imagens são maravilhosas, seu olhar e do Edu foram além das "lentes".
A escolha do texto, não poderia ser mais sáia,eis um homem que nuncaviveu "mais oumeno", viveu para os outros e e função de ajudar o próximo.
Anda sumida mas sempre que tenho um tempinho venho aqui.
Bjos

Deusa disse...

Olaaaaaaa
vim aqui te visitar
e de repente vejo que estas no Paraíso ...rs
que lindo tudo isso ...
que previlégio !!
Obrigada por compartilhar tudo isso conosco.
Abraço carinhoso

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.