.

.

21 agosto 2009

Não amo


Não amo a cor dos olhos.
amo o olhar.
Não amo a brancura dos dentes.
amo o sorriso.
Não amo o contorno dos lábios.
amo o beijo.
Não amo o formato dos braços.
amo o abraço.
Não amo o alongado dos dedos.
amo a caricia.
Não amo as curvas das pernas.
amo o andar.
Não amo o volume dos seios.
amo o aconchego.
E que bom não seja isto uma escultura
seja apenas um poema a toa
Porque não amo um corpo.
amo uma pessoa.

Moacyr Sacramento

25 comentários:

Adolfo Payés disse...

hermoso.. sentir tus versos.. llenos de amor..

Un abrazo siempre con cariño
Y mis saludos fraternos.


Que tengas un buen fin de semana

EDUARDO POISL disse...

Lindo poema, mais tuas fotos são demais. beijos meu amor

FELICIDADE!

Quando o vento bater à sua porta,
Abra devagar,
Para deixa-lo entrar
Pense quanto de bom poderá receber,
Se estiver pronto para tal,
Mas as conquistas diárias
Estamos sempre apostando tudo
e a cada recomeço,
Percebemos, o quanto é gratificante,
Estar pôr perto de quem se gosta de verdade,
Sua simpatia,
Corresponde o momento de felicidade
e transborda de alegria
o coração de quem recebe.

(Roseli Alcântara)

Desejo toda a felicidade neste final de semana.
Um grande abraço

tossan® disse...

Ah...Você também fotografa bem hein! E muito bem! Beijo

CIBELE CAMARGO disse...

Olá,querida!
Esse poema é lindo e seu blog é
belíssimo.
Tenha um excelente final de semana.
Beijos,
Cibele

direitinho disse...

Que bonito este poema.
Tantas vezes perdidos com a beleza externa quando a que mais conta é a interior.
Não são as pernas os braços os desdos ou os seios, mas o andar, o ver, o sentir, falare amar.

Daniel Costa disse...

Sónia

Sempre amar, amar tudo, amar o amor, o amor do mundo. Amar, sem restrições - "UM VENTO NA ILHA", também é prilégio de quem gosta de poesia.
Penitencio-me! As saudades que vim afogar!...
Daniel

Pena disse...

Terna e Linda Amiga:
O amor, maravilhosamente, escrito em versos adoráveis. Majestosos. Com bom gosto e extraordinário requinte.
As palavras, as suas palavras, trazem encanto, delícia e harmonia num sentir notável que é seu.
Bem-Haja, princesinha perfeita.
Beijinhos. Adorei!
Fantástico.
É muito linda...sabia?
Nutro por si gigante amizade pela sua perfeição versejada e pela doce pessoa que é.
Fascinado por tanto encanto, ternura e beleza.

pena

OBRIGADO pela sua simpatia expressa no meu blog. Adorei!
Bem-Haja, terna amiguinha de sonho.
É uma honra imensa lê-la.
MUITO OBRIGADO!

(Carlos Soares) disse...

Porque ama a essência. O algo mais. É o que vale. Bom fds

Alvaro Oliveira disse...

Olá Sónia

O meu profundo agradecimento por sua visita e comentário no meu
humilde espaço.
Adorei este seu lindo espaço e mais adorei sua poesia linda.

Queira honrar-me com sua passagem novamente, para levantar um carinho que lhe dedico.
"BLOG DE LUZ", ao cimo da barra lateral.

Um bom fim de semana

Beijinhos

Alvaro

Anne Lieri disse...

Sonia,belíssima e sensivel essa poesia!Eu amei cada palavra!Bjs,

Leonor Lourenço disse...

Sónia
Este poema é tão bonito! Vou colocar no meu blog, mas faço referência de onde o "roubei". Beijinho e gostei que tivesse visitado o meu espaço.
Leonor

Chá das Cinco disse...

Os poemas são ótimos,mas este mostra como o amor dura uma vida inteira,não amamos uma figura e si um ser.
Lindo Sônia,as fotos nem comento mais,só venho apreciar o bom gosto.
Bjs minha linda

Renata de Aragão Lopes disse...

Que poema lindo...

De início,
prima pela "funcionalidade" de tudo:
dos olhos, dentes, lábios,
braços, dedos, pernas e seios.
Valem não pelo que são,
mas pelo que proporcionam.

E, ao final, o arremate perfeito:
a pessoa é muito,
muito mais que um corpo...

Um beijo,
doce de lira

Everson Russo disse...

Definitivamente esse é o amar que vale a pena, que procuramos insistentemente...um lindo final de semana pra ti querida...beijos na alma...

Paula Raposo disse...

Lindíssimo poema! Adorei. Beijos.

Úrsula Avner disse...

O Sonia, um encanto o poema do Moacyr, muito expressivo e sensível. Obrigada por seu carinho em minhas páginas. Bj.

Anjo azul disse...

Um vento numa ilha,
Prometo aqui voltar
Para deliciar-me com a maravilha
Que no seu blog vim encontrar

Bom final de semana

Anjo azul

Rosemildo Sales Furtado disse...

É como dizem os sábios: os melhores perfumes estão sempre nos pequenos frascos. Portanto, não adianta a beleza exterior, se a interior deixar muito a desejar. Bela escolha. Parabéns!

Beijos pra você e Eduardo.

Furtado.

Antonio Paulo disse...

Boa noite Sonia vindo a essa ilha paraíso da poesia encerro minha semana gratificado. Bom fim de semana minha amiga um respeitoso abraço. E fico aqui ouvindo essas sinfônias.

neide disse...

Que poema lindo Sonia!

Esse é o verdadeiro amor... e não acaba nunca.

Feliz final de semana.

Bjss

AFRICA EM POESIA disse...

Sónia

Pode publicar
Eu tenho dito que depois do poema sair não é meu é mesmo de toda a gente.
o brigada pelo carinho...


beijos

♥ ♥ Rabiscando disse...

As fotos são lindíssimas e o conjunto com o poema está perfeito.

Obrigada, ótimo fds prá vc!

beijos!

Gaspar de Jesus disse...

Olá Sonia
Parabéns antes de mais pela FABULOSA FOTOGRAFIA que encabeça o seu blogue.
Parabéns também pela postagem.
Eu também acho que as pessoas devem ser amadas ennquanto tal.
Beijinhos
Votos de bom domingo nesse lugar paradisiaco.
G.J.

AC Rangel disse...

Lição do que AMAR, do que é o AMOR.
Beijo

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Sonia,

Que seu final de semana seja abençoado.

Beijo grande, menina linda.

Rebeca

-

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.