.

.

28 agosto 2009

VAI



Vai
Vai buscar para ti o que o amor te deu
vai viver o que deixou para trás
transforme em sorriso o que você perdeu
para felicidade plena conquistar

vai, vai, vai...

Vai, vai viver de novo o que o tempo levou
vai se entregar ao que te faz chorar
vai ser lua nova quando o sol se for
vai se lembrar que é bom se apaixonar

vai, vai, vai...

Vai sem pensar nos limites dos teus sonhos
vai...deixa rolar que o nosso amor sabe o rumo

vai, vai, vai....

Paula Fernandes
http://www.paulafernandes.com.br/

14 comentários:

Alvaro Oliveira disse...

Olá Sónia

Que lindo poema, minha amiga!
é forte, profundo e pleno de sentimento. Maravilha! Adorei.

Um bom fim de semana.

Beijinhos

Alvaro

Carmem disse...

Que bom ler algo que nos manda ir ao encontro do amor!...
Lindo!...

Beijo

A Senhora disse...

Tão dificil...

bjs

Isaac Melo disse...

Sônia,
visitar teu blog é sempre um deslumbramento e um encanto. Quanta coisa linda!

Um grande abraço e um bom final de semana!!!

Victor Gil disse...

Oi querida amiga Sonia.
Passando para ler mais um bonito poema. Para te desejar um bom fim de semana. Para visitar a tua linda ilha e dar-te um abraço de Portugal.
Beijos.
Victor Gil

Stella Tavares disse...

É incrível como os textos e imagens se entrelaçam, se completam. E a gente vai lendo um poema, outro poema e outro e eles parecem ser fruto de uma mesma sensibilidade e realmente são. Afinal é a sua sensibilidade quem os conduz e os deixa ao alcance dos nossos olhos.
Bjs

Stella Tavares disse...

É incrível como os textos e imagens se entrelaçam, se completam. E a gente vai lendo um poema, outro poema e outro e eles parecem ser fruto de uma mesma sensibilidade e realmente são. Afinal é a sua sensibilidade quem os conduz e os deixa ao alcance dos nossos olhos.
Bjs

Wanderley Elian Lima disse...

Realmente Sonia, a gente tem que ir e deixar o coração falar. Um ótimo fds.
Um abraço

Barbara disse...

Sem falar no poema que é muito bonito mas falando do que me veio à cabeça: Se eu tivesse essa leveza sob esta saia negra sobre trilho de trem, eu não iria buscar nada.
Bastaria-me.
Muito bom gosto sua escolha!

Andresa disse...

Doce e encantador, cheio de sentimentos que nos envolve .

Um grande abraço
Andresa Araujo

E.Rakowski disse...

Eu vou.. vou... vou sim.

tão sonhado encontro este,
todos merecemos!
Lindo poema.

Desejo um final de semana sempre cheio de muito amor e paz.

Grande beijo!

Cintia disse...

Lindo!!!!
Amei!!!
Me identifiquei d+ com ele!

Beijos amiga e um excelente final de semana!

Vieira Calado disse...

Bom fim de semana!

Beijinho

Dora Regina disse...

As imagens...as palavras...lindas!
Um grande abraço!

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.