.

.

13 setembro 2009

As letras da lua


As letras da lua apagando a chuva
(sei que, a dormir, ela cria uma clareira).
Com as letras encantadas eu dormia.
Então a lua aflorava
as estrelas, em raízes vivas, vivas como as águas.
Chovia, e a cítara lunar batia na calçada,
onde os pés dormiam.

Lembro que a geada te entreabria,
acordada, repartida, abria as letras
enquanto passavas.
Lembro-te assim,
escutando as partes da geada,
onde as vozes das águas batiam contra os passos.

Repentinas, abriam as letras do teu rosto.
Era o rosto que brilhava nas cítaras lunares,
como o corpo da música da geada,
dormindo nas águas.

Era como me lembro,
dormindo enquanto uma clareira te escutava,
a lua apagando os passos do vento,
teu nome ao lado das pedras molhadas
da calçada, aflorando as letras do esquecimento.

Felipe Stefani

16 comentários:

Arantza G. disse...

La luna...que no nos abandone nunca como inspiración.
Lindo
Besito

a magia da noite disse...

serão sempre as letras que com o brilho da luz afastam as sombras dos textos vazios da alma.

Eu sei que vou te amar disse...

Letras que salpicam num noite de luar, magia infinita onde os versos adormecem num sono doce!
Adorei as fotografias, o mar na sua plenitude
Beijo carinhoso

Andresa disse...

Amiga,
Vi que visitou meu cantinho de mimos, fique feliz com seu comentario...
Mas volte em meu blog principal
http://coisinhasdebibiba.blogspot.com
que há presentes para vc....

Um grande abraço
Andresa

Isa disse...

Gostei muito do poema.
Que encanto as fotos!
Beijo.
isa.

Principe Encantado disse...

Amiga Sonia, não deixe que outras pessoas definam seus objetivos. Há muitas pessoas
que escolhem seus objetivos com base naquilo que os outros pensam. Em vez disso, descubra quem você é realmente, o que deseja e estabeleçaseus princípios e objetivos com base naquilo que realmente lhe importa.
Para ser feliz não é preciso ter sucesso em tudo o que se faz. Mas é essencial acreditar que se tem controle sobre a própria vida.
Abraços forte

Cris Animal disse...

A luz da noite é sem dúvida alguma cama dos amantes!
àgua do amor que se bebe em luzes.

Beijo pra vc

Baby disse...

As letras, sem as quais não existiriam as palavras, as palavras sem as quais todos seríamos mais pobres.

Beijos.

Wanderley Elian Lima disse...

Sonia, passar por aqui é ter a certeza de ver coisas belas.
Uma ótima semana para você
Abraço

Antonio Paulo disse...

Olá Sonia que belo poema para uma segunda e a semana inicia-se assim repleta de beleza entre imagens e o murmurio desse mar azul. Boa semana.

Déia disse...

Sempre tem poesias lindas aqui!
Adoro seu cantinho!

bjs

silvioafonso disse...

.


Amigos não saram, mas curam.
Não comem, não choram, não gritam.
pedindo socorro, não vivem, não
matam, não morrem.
Amigos são infinito inatingível.
Amigo é brisa que acaricia, que
trai e subtrai, mas com riso e
sutileza.
Amigo é sombra que brota no pé
para realçar todas as cores que
pintam o Van Gogh da silhueta.
Amigo é deus, é futuro, é beleza,
essa mesma que põe mesa, lava
louça e diz adeus.

silvioafonso







.

Maria L. Bózoli disse...

Ahhhh......esta ilha que me encanta!


Beijos...Beijos...Beijos!

Carmem disse...

Sonia!...
A lua...a lua sempre inspiradora de coisas lindas!!...

Beijo amiga

Flor ♥ disse...

Essas letras brilhantes e prateadas escrevam para você uma linda mensagem de amor!
Bjs.

SAM disse...

Sonia, adorei!!! Deslumbrante as fotos e poema.


Beijos

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.