.

.

22 julho 2008



Só para ti eu cantarei além do vento,
para que só tu possas ouvir os meus sussurros com o toque do vento no teu rosto
Só por ti eu cantarei ao vento,
para que tu possas ouvir-me onde quer que tu estejas,
porque só com o som inconfundível do vento tu poderás ouvir-me dizer em voz suave o quanto eu amo-te...
E quando o som do vento parar,
então eu pedirei à chuva fina que cair sobre o teu corpo,
Aquela que te faz arrepiar com a suavidade dos pingos...
E quando a chuva passar, eu vou pedir à noite, onde tu poderes ver a luz da lua cheia cobri-te de brilho, poderás ver o meu sorriso a olhar para ti enquanto caminha para o dia...
E quando a noite chegar ao fim,
então, nessa altura, vou pedir ao sol para te aquecer o teu corpo,
e que ele te faça sentir o meu calor ao tocar-te...
Quero que saibas que como o vento, meu amor é muito forte...
Quero que saibas que como a chuva, a minha mão gosta de tocar-te todos os dia da tua vida...
Quero que saibas que como a noite que nunca deixa de vir, meu amor, jamais deixara de existir...
Quero que saibas que como o sol, que todos os dias nasce no horizonte, tu viveras para sempre a nascer dia após dia dentro do meu coração...e eu amarei-te dia após dia...
E não haverá um só dia em que eu não te amarei...

http://pensamentos-de-margarida.blogs.sapo.pt/7752.html

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.