.

.

02 agosto 2008

Onde andam meus sonhos?


Tenho sonhos perdidos nas sombras
navegando nos medos , sem futuro
embebidos em saudades de auroras.
Chora a alma, tentando romper o muro.
Sinto um vago receio prematuro
a desmaiar sobre o poente
sem achar saídas que procuro
nem os caminhos da ponte.
Até o mar de mim se esconde
foge do peito rudemente
não mata mais minha sede.
Embalo lembranças nas redes
e nos braços dos coqueiros
deixo-me voar sem grades...

Maria Thereza Neves

Um comentário:

Sonia Regly disse...

Linda e doce amiga,
cOLOQUEI UMA POESIA TUA: qUANDO TE aMEI.fICOU LINDA!!!!bEIJINHOS.

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.