.

.

03 dezembro 2008


Sozinho junto á beira do mar, refugio-me na sua música
Este som de mar calmo faz com que eu respire pausadamente.
Estou como se estivesse a ver um filme
Tem momentos que a cor se altera, vejo a preto e branco
Esses são os momentos em que eu estive menos atento.

Não me deixo levar pelo desânimo.
O filme Casablanca é a preto e branco.
Eu, com o meu pensamento caminho pela borda do mar.
Vou molhando os pés…

Espero alguém que distraidamente possa olhar para o meu caminhar
Que me abraça, sem que eu olhe para mim
Virá por vontade, para amar na praia de todos os sonhos.
Hoje, a tarde é de vento manso, mas de areia quente
O mesmo vento, a mesma areia, o mesmo amor.

Vem… aqui encontras o melhor som para todas as vidas
O som do mar...
Se quiseres...

http://osaldanossapele.blog.simplesnet.pt

Um comentário:

UMA PAGINA DE AMOR disse...

LINDO TUDO POR AQUI...
BEIJOS TE AMO...

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.