.

.

29 dezembro 2008

A vida


E a vida desliza,
tão macia e lenta
tão cheia de luz,
tão cheia de graça
como as águas tranquilas
dum rio que caminha em direção ao mar...
Esse mar que o espera
para o abraçar.
E o vento que sopra
quando o dia amanhece
vem roubar meus sonhos
e os leva para longe,
percorrendo vales,
subindo montanhas
e então acontece
que eles se dispersam em mil asas brancas
que voam planando
e por fim mergulham
no meio do mar...
Esse mar que os espera
para os abraçar...

http://mar-la-vento.blogspot.com/

3 comentários:

daniel milagre disse...

Sónia

E o mar abraçará com ternura, o que acho excelente poema, porque subjacente envolve a idéia de um fim interessante.

Beijos,
Daniel

D.Ramírez disse...

Que seu Ano Novo seja regado de muita
Veuve Clicquot Ponsardin, muita fartura e felicidades o Ano Inteiro!
Besos e até 2009!!!!

Pico minha ilha disse...

O mar esse que me encanta e vejo todos os dias.Obrigada por sua visita.Para si e família um 2009 de uita paz, amor, saúde e tudo de bom.

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.