.

.

04 janeiro 2009


Pintei um jardim, escondi-me lá dentro,
pintei uma casa, tapei-a com hera,
o fumo pintei sumido no vento,
pintei-me a mim mesmo a dormir sobre a erva.
Pintei as flores da cor do solfejo,
da cor do desejo pintei a mulher,
da cor da mulher pintei o que vejo,
a mim mesmo pintei-me da cor do meu ser.
Pintei o azul da cor dos meus olhos,
Pintei os meus olhos cobertos de névoa,
A névoa pintei da cor dos meus sonhos,
Pintei-me a mim mesmo deitado na terra.
O frio pintei da cor dum menino,
a chuva a cair com um som de piano,
pintei um sorriso de branco de lírio
a mim próprio pintei-me de costas na cama.
Pintei minha mãe da cor da alvorada,
minha terra pintei com as cores do que digo,
ao silêncio pintei-o com o gosto da água,
a mim mesmo pintei-me a sonhar de castigo.
Pintei os meus dedos de cor borboleta,
pintei os meus passos de cor solidão,
minha vida pintei com as cores da paleta,
a mim própria pintei-me estendido no chão.

Jorge Guimarães

9 comentários:

Paula Raposo disse...

Ou...porque a vida é uma tela inacabada. Beijos

~PakKaramu~ disse...

Beautiful memories of yesteryears

Eu disse...

Que lindo!! Acho que hoje o meu dia será pintado de sentimentos!
Um lindo dia para você!
Beijinhos

FERNANDA & POEMAS disse...

Querida Sônia, belíssimo poema... Adorei Amiga!... Um grande abraço de carinho e um dia feliz...
Fernandinha

Celamar Maione disse...

A vida tem as cores do nosso mundo interior.
Acompanharei seu blog também.
Beijão

Marta Vasil disse...

Excelente poema que aqui deixaste. A vida/sentires somos nós que os pintamos pegando na vasta paleta de cores que ela (vida) nos oferece.

Beijinhos e pega nas cores alegres da paleta e conseguirás sorrir, mesmo que o cinzento teime em te pintar.

MV

Isa disse...

Sônia,sinto uma imensa alegria ao ver a realização dum Amor.
Como Filha bem amada,Mãe,Irmã,
Mulher,sinto essa alegria pelos outros.Que continue com esse AMOR
iluminando os seus dias.
Beijo.
isa.

Luísa disse...

Tão docemente pintado este momento por aqui passado!

Voltarei...para ver novas cores!

Pelos caminhos da vida. disse...

Tem selinho la para vc.

bjs.

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.