.

.

09 março 2009

Cio de poeta


Uma alma de poeta baila no ar
Uma alma de poeta grávida do luar
Uma alma de poeta cheia de amar
E as estrelas cintilam mais
E o luar clareia mais
E o amor reparte-se em raios
De engravidar
Almas de poetas
Que bailam no ar
Flutuam sobre o mar
Embebedam-se de luz
Bordam-se de estrelas
E enchem-se de amar!

Justine Moreno do Prado
Imagem: Internet

15 comentários:

Rosani Nauar disse...

Menina querida

Que belo poema...Almas de poetas que bailam no ar. Os poetas são também porta vozes dos nossos corações que não sabem colocar através da danças das letras o seu sentimentos e emoções, aí vem os poetas para nosso deleite para mostra que tem a luz da luar, brilho das estrelas, e todas beleza da nossa Alma...que nao percebemos mais.

beijos perfumados

Arantza G. disse...

El alma del poeta, siempre flota en los versos.
Besos

Jyhael disse...

Cada vez que sinto falar do vento, recordo as bellas frases do cantante Roberto Carlos que din:

"Esa vida llena de Historias y de arrugas marcadas, por el tiempo, recuerdos de antiguas victorias, son lagrimas, lloradas al viento...",

Hermoso espacio, onde se funde a Alma co verso, as letras cos amados sentimientos, das voces surxidas, manadas do silencio, da verdad de un, dende a conciencia sentida, na verdad das consecuencias da sua vida... ha sido todo un pracer, haber chegado ata iste espacio...
Jyhael, Galicia, España

águia_livre disse...

Ser poeta é ser mais alto...

Bonito poema. Gostei

Seja feliz
.

águia_livre disse...

Bonita foto de familia que está ao lado

Parabéns para a senhora sua mãe pela idade tão bonita que tem

Sejam felizes
.

Luísa disse...

Belas são as palavras por tão bonito amar!

Adoro visitar-vos, senhor de encantos leves e sádios!

manzas disse...

Foto e poema... lindo!!
Gostei mesmo!


Num momento desnudado de inspiração
Apuro sentidos desconhecidos nas janelas do mundo…
Abro longas cortinas entreabertas da imaginação
E sonho despertar, num sono em que não durmo

Um resto de um bom dia e semana
Continuando, com a boa inspiração…

O eterno abraço…

-MANZAS-

Antonio Paulo disse...

Belo poema e a foto mostra um momento de paz de amor com bela homenagem poética.

Baby disse...

Para a alma dum poeta tudo é possível, bailar no ar, ao luar, bordar as estrelas de luz,engravidar de tanto amar, amar, porque amar é preciso.
Um beijo.

Daniel Costa disse...

Sônia

Gostei de tomar contacto com, mais este poema da tua escolha.
Daniel

Mª Dolores Marques disse...

Um belo poema,..a alma de um poeta que está em todos os poetas, que se rendem ao infinto mundo que nos rodeia...


Deixo-lhe um beijo

Dolores

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Sonia, belo poema...Espectacular....
Um abraço

Branca disse...

Lindo poema Sônia e linda família...parabéns!!!

Boa semana pra vc,
bjo carinhoso!

Frederico Salvo disse...

É desse cio que surgem os mais belos versos.
Um beijo grande e uma boa semana.

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Adorei!

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.