.

.

14 março 2009

MADRUGADA


Cola os ouvidos ao silêncio, quando os pássaros
voltearem na casa abandonada.
Só então conhecerás o rumor dos passos
que precedem a madrugada.

Toda a vida é um quadro em que os tons claros
dão por vezes lugar aos mais escuros.
Mas não é raro
florescerem manhãs por trás de velhos muros.

Deixa portanto à solta o coração
e acolhe a luz que espreita além da escuridão.

Torquato da Luz
Imagem Photobucket - Isabel Filipe

14 comentários:

Daniel Costa disse...

Sônia

Bonito e belo poema, ilustração 5 estrelas, boa música, maravilhoso post!

Daniel

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Mais um lindo poema com uma imagem perfeita.
Beijos te amo

Mari disse...

Sônia, seus comentários são maravilhosos e seu vídeo... oh!
que saudades da minha casa...

Registre aí: Eu amo Florianópolis...
é minha casa, da alma, do coração, aonde eu queria estar...
Bom Domingo pra ti.

Luísa disse...

Tanto há para dizer das madrugadas ruidosamente caladas...e do que fica por vider!
Adorei o poema!
Beijinho terno!

Isa disse...

E há sempre uma Esperança!
Beijo.
isa.

Isaac Melo disse...

Sônia,
Seu blog é um encanto!
E uma fonte límpida para os sedentos da poesia.
Permita-me anexá-lo em meu blog.
Um forte abraço!

Codinome Beija-Flor disse...

Sonia,
A semana foi atarefada, mas ainda bem que o domingo chegou para eu colocar a leutira em dia.
Como é bom passar aqui e ver as imagens, os peomas.
Continua tudo tão lindo aqui.
Bjos

Manhosa LobaVirtual disse...

Menina linda...

És linda por dentro e por fora... risos...

Faz mais de hora e meia que me deleito com tuas poesias... pensamentos.... e... os recantos da tua Ilha... gostoso demais...

Que bom a existência destes blogs que aproximam as pessoas...

Tua visita ao meu blog... através de outro Blogueiro... Amigo do Coração foi muito especial... obrigadooooo...

Podes ter certeza... sempre que tiver um tempinho aqui estarei...

Bjs.

Melsavinon disse...

Sempre fico feliz quando vc me visita!!!Lindo poema e imagem,como sempre...continue assim sempre inspirada!!!!Bjos

Victor Gil disse...

Olá Sonia.
Descobri teu Blog de poesia. Gostei e como tal vou seguir as tuas palavras. Eu também tenho um espaço de poesia e fotografia (do meu filho). Espero a tua visita.
Um beijo.
Victor Gil

Mª Dolores Marques disse...

Na tonalidade das dias cobrimos as sombras das noites e somos sempre nós!


Um beijo

Dolores

entremares disse...

"...Mas não é raro
florescerem manhãs por trás de velhos muros."

Felizmente, há sempre um novo amanhecer...para todos.

Cleo disse...

Sonia, que lindo este poema.
"Mas não é raro florescerem manhãs por tras de velhos muros"
frase linda e não é raro mesmo.
Um bom final de domingo.
Beijos carinhosos
Cleo

Celamar Maione disse...

Adorei a imagem e o poema !
Boa semana.

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.