.

.

20 abril 2009

PROCURA-ME


Não me encontras?
É que não me procuraste!...

Procura-me atrás de tua sombra,
ou na retina de teus olhos claros.

Procura-me entre teus dedos,
ou em tua boca de sândalo.

Eu sou um sopro vivo
à tua vida arraigado.

Procura-me em teu quarto
entre teu sonho alado,
ou pela via rubra
daquele amor distante.

Por cima de teu orgulho,
nas flores azuis dos campos.
Eu estou dentro de ti
como um amor lacrado.

Que não me encontras, tu dizes?
Quando é em tu própria vida
que me perco...
É que não me procuraste!

Carmelina Vizcarrondo - Porto Rico

32 comentários:

O mar me encanta completamente... disse...

Boa noite amiga .
Um lindo e doce poema.
Só me resta aplaudir.
Maravilha!
Um grande beijo.

Layara disse...

Lindas letras
Triste quando se nega a procura.
Muitos se encerram no medo
de seguir seus sonhos,assumir sua procura. Se calam.
Eu prefiro gritar e amar aos gritos.

Beijos

Adolfo Payés disse...

Siempre me sorprendes con tus poemas están lindos..

un gusto visitarte. saludos fraternos con mucho cariño
un abrazo..

besos

tossan disse...

Tomara ser eleito
no aconchego
da tua paixão,
tatuar as nossas almas...
é inextinguível,
somos anjos...
Lembra?
tossan
Beijo

Adrisol disse...

versos perfectos en un espacio ideal.........felicitaciones, reina.
un abrazo

iilógico disse...

sônia, belo poema. onde você garimpa?

abs

obg pela visita e comentário.

Princesa disse...

Lindo poema, me tocou fundo
obrigado por tua visitinha
uma boa continuação de semana para si
um beijo grande
Princesa

Victor Gil disse...

Olá Sônia.

Se um dia da tua janela,
entrar o sol de rompante.
Olha bem e verás nela,
o teu amigo distante.

Um bom dia, uma boa semana tudo de bom para ti. Falta o beijo de amizade.
Victor Gil

Efigênia Coutinho disse...

Bom dia querida Sonia, você já sabe que adoro chegar aqui em seu porto de poesias, pois sinto até o aroma da maresia desta mágica Ilha da fantasia.
Obrigada por seu sempre distinto carinho em meu cantinho, beijo de bom feriado,
Efigênia Coutinho

Peter Pan disse...

Linda Amiga:
Um poema delicioso do seu admirável sentir doce. Uma "entrega" deslumbrante e terna.
Fabulosas, a sua sensibilidade, o talento, a magia doce.
Um poema soberbo, lindo e encantador.
Beijinhos amigos de grandioso respeito, estima e fascínio.
Sempre a considerá-la pela enorme significação de pureza e beleza. Ternura...

Pena

OBRIGADO pela simpatia no meu blog.
Bem-Haja, amiguinha doce!

Eu sei que vou te amar disse...

Minha linda, maravilhosa escolha! Procura-me em cada verso teu, em cada letra e deixa-me perder em teu olhar!
Um beijo doce

Frederico Salvo disse...

Vir até aqui é sempre certeza de encontrar belos poemas. Esse é mais um deles.
Um beijo!

Eduardo Aleixo disse...

Poema lindo, doce e realista.
Realista porque é real que temos a pérola, a rosa, a riqueza, o sol, o perfume, a luz toda do mundo dentro de nós e...quantas vezes não a vemos!
Ou então é só uma questão de procurar! Mas andamos distraídos!
Poema rico, o teu.
Beijos.

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Entre o que vejo e o que digo,
entre o que digo e o que calo,
entre o que calo e o que sonho,
entre o que sonho e o que esqueço,
a poesia.
Desliza entre o sim e o não:
Diz o que calo,
cala o que digo,
sonha o que esqueço.
Não é um dizer: é um fazer.
É um fazer que é um dizer.
A poesia se diz e se ouve: é real.
E, apenas digo é real, se dissipa.
Será assim mais real?

(Octávio Paz – México)

Desejo uma semana iluminada, com muita paz e amor.
Do amigo, namorado e marido. Beijos te amo
Eduardo Poisl

Juani disse...

yo te encontre y aqui volvere con tu permiso
saluditos

MENSAGENS AO VENTO disse...

________________________________

...bonito!!! Parabéns à autora!


Beijos de luz e um dia muito feliz, Sonia!

Zélia (Mundo Azul)

__________________________________

Arantza G. disse...

Nos agarramos al amor como a tabla que nos va a salvar la vida y la ponemos en una poesía.
Bonitos versos. Un beso lleno de cariño.

José Heitor Santiago disse...

Procurei-vos
e encontrei-vos,
(d)escrita nos versos;
poesia!

Abraços poema,

jhs

Pico minha ilha disse...

Uma procura constante mesmo quando tudo está ali ao nosso lado.Beijinho Sónia

Reggi* disse...

Oiiiiiii sônia.. ;D
muito lindo esse poema.. !! *-*

bom feriadoo..
=**

Carla disse...

e se procurar bem encontra certamente
beijos

Xana disse...

Só quem não quer não encontra minha querida...quem procura de querer acha sempre:)

beijinhos e uma semana linda para voçês!

Eu disse...

Que lindo poema!
Beijinhos para você, amiga!

DUTA disse...

Hi Sonia,

Thanks for visiting my blog and leaving a message (some quotation from Victor Hugo) It's a pity I don't know the portuguese language to follow your blog, but I'll enter it now and then to see the beautiful pictures.

Have a wonderful Time!

Celamar Maione disse...

Estamos sempre nos perdendo no outro e dentro de nós mesmos.
Lindo !
Bela semana pra ti também.
Bjs

Papoila disse...

Gostei deste procura-me!
Beijos

Izinha disse...

Lindo poema amiga...
uma semana maravilhosa prá vc tb.

bjos!

Princesa disse...

Quero retornar à vida com alegria,
com amor no coração, amar e ter direito de sonhar!
obrigado pela visita
Um beijo

Carmem disse...

Lindos poemas em tua página!

Obrigada pelo carinho!

beijos

Heresias disse...

Quem procura sempre alcança, mesmo que o cabelo cresça para fazer uma trança...
Saudações

Deusa Odoyá disse...

Olá minha querida amiga Sonia.
Como sempre um belo e sensivel poema.
Não precisas ´procurar...
Seu amor eterno e pleno está oa seu lado.
Lindas as imagens de sua ilha.
Floripa é lindo em tudo, principlmente a Lagoa da Conceição.
Uma bela familia.
Parabéns...
Obrigado amiga por sua visita ao meu cantinho.
Espero que voltes.
beijos e muita paz, amor e luz.
Regina Coeli.

Ana Martins disse...

Foi muito bom passar por cá, tive o prazer de ler um poema magnifico.
Grata pela partilha!

Beijinho,
Ana Martins

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.