.

.

03 abril 2009

QUISERA


Quisera ficar a teu lado
No grande êxtase pacífico
Do nosso silêncio.
Continuar indefinidamente
O diálogo mudo dos nossos olhos.
Quisera diluir-me em ti como um aroma no vento,
como dois rios que fundem suas águas
No abraço do mesmo leito
E correm para o mesmo destino...
Somos duas árvores solitárias
Que entrelaçam suas ramas:
à mesma brisa estremecem,
florescem, envelhecem e morrem...

(Menotti Del Picchia)

23 comentários:

Adolfo Payés disse...

Muy bellisimo versos, te dejo mis saludos pacifico llenos de ternura..

un beso

que tengas un buen fin de semana

Daniel Costa disse...

Sonia

um pouco ausente, mais por motivos ténicos nos dois PC's, um ainda não está operacinal, não tenho vindo aqui ao cantinho, de cujo tipo de poesia seleccionada, sou admirador incondicional.
Aconteceu com a presente! Inevitavemente!
Daniel

Pena disse...

Estimada Amiga:
É uma verdadeira e autêntica Deusa de fascínio.
Beijinhos.
Encanta.
Parabéns sinceros e sentidos pela sua imensa significação poética linda. Fabulosa.
Bem-Haja!
Fascinado e com cordialidade amiga e de imenso respeito que nutro por si

p.p./Pena

Peter Pan disse...

Linda Amiga:
Um poema feito pelo seu encanto, ternura e beleza.
As palavras respiram um sensível pensamento que faz parte dos seus admiráveis poderes de deslumbrar e arrebatar.
Perfeito poema numa perfeita poetisa de sonho.
Bem-Haja, amiguinha.
Beijinhos de estima e respeito.
Sempre a nutrir por si muita amizade e gigante respeito.
Maravilha...

p.p./Pena

Isabel José António disse...

Querida Amiga Sonia,

Lindíssimo poema sobre a partilha de vida, de sentimentos e emoções...até ao fim...

Parabéns

Um grande abraço

José António

rouxinol de Bernardim disse...

Excelente poesia mostrando a faceta mais profunda do ser humano: a comunhão na plenitude do amor!

Todos nós somos tocados pela dádiva amorosa, a partilha, a simbiose dos sentimentos no cadinho do amor!

Bom fim de semana, caríssima amiga!

momo disse...

Esta mañana salí a dar un paseo por las cosas bellas a las que puedo acceder desde una ventana, y acabo de encontrarte.
VOLVERÉ

Efigênia Coutinho disse...

Querida Sonia, creia tenho em minha escrivaninha um livro deste grande autor " Menotti Del Picchia ", sou fã dele, e ao chegar aqui leio sua postagem, como você soube escolher tão bem estes versos deste mestre consagrado.
Agradeço seu sempre distinto carinho em meu cantinho,
desejando uma:

FELIZ PÁSCOA 2009

Com carinho,
Efigênia Coutinho

Aníbal Raposo disse...

Cara Sônia,

Poema lindo, leve, de uma sensibilidade comovente.

Feliz Páscoa!

Beijos

Olhar o mar disse...

Um optimo fim de semana par vc e familia desfrutando desse Outono que sempre carrega no vento essas folhas desfloradas e amadas e nos inunda com as cores quentes das nossas recordações.
um abraço enorme deste lado do oceano numa onda que sempre volta.

Marta Vasil disse...

Mais uma boa escolha Sónia.
Poema onde a cumplicidade de vida e de sentires se entrelaçam.

Beijinho e fim de semana de muita LUZ.

MV

Cleo disse...

Um poema lindíssimo, fusão de almas, pensamentos, amor. tudo num só encanto.
Adoro Menotti.
Beijos carinhosos e feliz sábado.
Cleo

maria disse...

Belíssimo poema, Sónia simultanemamente forte e terno!
Beijinho

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Sonia,

Você e suas escolhas perfeitas. Lindo poema esse de Menotti.

Que seu final de semana seja maravilhoso.

=]

Rebeca

-

A.S. disse...

Um belo poema...

Um belo e profundo amor...

O verbo amar, conjugado em todos os tempos!


Beijos...

Papoila disse...

Querida Sonia:
Lindo poema de amor toral e comunhão profunda.
Feliz Páscoa!
Beijos

neide disse...

Sonia, que bela escolha.
Lindo poema onde as almas se fundem e seguem o mesmo destino até o final calmo de um rio... O amor verdadeiro não envelhece, não morre, só florece a cada dia.

Linda, agradeço sua presença sempre tão querida no meu cantinho.

Tenha um final de semana iluminado.

Bjssss

Reggi* disse...

que linda a fotoo *-*
perfeita..
brigada pela visitaa!

Beijao Keridaa!! =*

Valdemir Reis disse...

Amiga Sonia que maravilha de texto, cada vez que volto para sentir a brisa de " Um vento na ilha", fico muito feliz! Seu trabalho é encantador. São Francisco de Assis costumava dezer;"Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente você estará fazendo o impossível." Por isso considero a vida uma oportunidade impar. Quero de coração agradecer sua gentileza em visitar-me e deixar um belo comentário. Obrigadooo!!! Tb desejar um feliz e divertido fim de semana. Muito brilho, sucesso e paz. Fique com Deus. Volte sempre.
Valdemir Reis

SAM disse...

Belíssimo poema, Sonia!



Lindo fim de semana, querida. Beijos

Ana Martins disse...

Muito bom!!!
Agradeço e retribuo votos de bom fim de semana.

Beijinhos

meus pensamentos disse...

olá sonia lindo seu poema e seu blog peço licença para visita-la novamente,bjs!

brasileirinha disse...

QUISERA EU TER TALENTO POÉTICO!
GRANDE BEIJO NO TEU CORAÇÃO.

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.