.

.

11 maio 2009

Súplica


Agora que o silêncio é um mar sem ondas,
E que nele posso navegar sem rumo,
Não respondas
Às urgentes perguntas
Que te fiz.
Deixa-me ser feliz
Assim,
Já tão longe de ti como de mim.
Perde-se a vida a desejá-la tanto.
Só soubemos sofrer, enquanto
O nosso amor
Durou.
Mas o tempo passou,
Há calmaria...
Não perturbes a paz que me foi dada.
Ouvir de novo a tua voz seria
Matar a sede com água salgada.

Miguel Torga

19 comentários:

Adolfo Payés disse...

Hermoso como siempre.. que belleza de ternura encuentro en los poemas que nos entregas..

saludos fraternos
un abrazo

besos

águia_livre disse...

Fotos elegantes e uma poesia a condizer

O que dizer de tanta beleza?

Apenas: Sonho em movimento

Fique bem
.

Peter Pan disse...

Um poema delicioso, doce e lindíssimo, cujo tema é o amor.
Excelente. Adorei!
As suas palavras são ternas, fabulosas, ímpares de fascinar e maravilhar.
Bem-Haja, pela linda poetisa de sonho que é.
Agradecido pela visita ao meu blog.
Beijinhos amigos de imenso respeito e estima
Fascinado com tanto encanto...

pena

Isa disse...

Torga,como gosto!
Sônia,obrigada por trazer um poeta português.Ele amava o Brasil.
Beijo.
isa.

Ester disse...

Bom dia Sonia!

Que maneira maravilhosa de começar o dia vindo visitar seu espaço mágico!

Torga, assim como vc é fascinante!

Maysha disse...

Sonia minha gentil amiga, obrigada por passares sempre no meu cantinho, apesar da minha ausencia.
Tenho vivido dias dificeis, amiga, sem tempo nem disposição para nada , mas não esqueço os amigos, e foi um balsamo para mim verificar que apesar da minha ausencia os amigos continuaram presentes.
Desejo que tudo de bom aconteça na tua vida, tem um dia perfumado e ate sempre com carinho
Isa

Rúbida Rosa disse...

Uma ótima semana para você também!
Abraços!

≈ Estrellita ≈ disse...

HERMOSO SONIA COMO SIEMPRE
TE DESEO UN BELLO DIA, BESITOS AMIGA

Reggi* disse...

Oiiii Sonia.. ! *-*
que lindo o post e a foto..!
muito fofoo..
boa semanaa.. =D
beijãããooo .. ;*

Antonio Paulo disse...

Lindo poema. E belas imagens. Parabéns Sonia.

Victor Gil disse...

Amiga
Miguel Torga, ótima escolha. Sou suspeito a dizer isto, por ser um escritor português. Mas quando são bons escritores, não faço diferença entre as nacionalidades ou raças.
Quero saber da saúde de tua mãe.
Beijos
Victor Gil

Menina do Rio disse...

Lindo!
beijos

Tatiana disse...

Você não imagina a minha alegria ao ter notícias sua e de sua mãe!
Estimo de coração a melhora dela!

E que seu coração de filha bata mais tranquilo.

Um abraço com meu carinho para as duas!
Beijo

CASSANDRA GAVA disse...

LINDO POEMA!!!
ÓTIMA SEMANA E OBRIGADA PELA VISITA!!!

CASSANDRA GAVA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sandra S. disse...

Este homem foi e continua a ser absolutamente fantástico. Este poema é um dos mais lindos que já li.

"Agora que o silêncio é um mar sem ondas,
E que nele posso navegar sem rumo,
Não respondas
Às urgentes perguntas
Que te fiz.
Deixa-me ser feliz
Assim,
Já tão longe de ti como de mim."

Já perdi as contas de quantas vezes já chorei ao lê-lo.
É simplesmente fantástico.

Boa escolha, como sempre.
beijinhos em ti

Luísa disse...

Miguel Torga, é Miguel Torga!
Bela escolha! Mais uma bela escolha, melhor dizendo!
Sónia, obrigada pelos tão carinhosos comentários no olhardeperto!Hoje fiquei emocionada ao lê-los...Obrigada!
Beijinho terno!

Ernani Netto disse...

Ouvir tua voz de novo eé matar a sede com água salgada... sei bem o que é isso!!

Bjaum

Arantza G. disse...

Matar la sed con agua salada...
que vacío queda en el amor cuendo estos versos flotan en el agua.
Besos

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.