.

.

05 agosto 2009

Recado


Quando quiseres me amar
não escolhas tempo nem lugar.
Quando chegares, diremos baixinho
o soneto de todos os amantes.
Faremos de nossos dedos
demiurgos recriando a noite,
em régua e compasso transformaremos nossas mãos.
Inventaremos uma geometria do amor:
procuraremos a linha reta de nossos olhares,
apararemos as arestas de nossos corpos,
em quinas e ângulos uniremos nossas bocas,
e num ponto qualquer fixaremos o azulado
das manhãs.
Quando quiseres me amar,
não escolhas tempo nem lugar.
Deixarei a porta aberta, a casa limpa,
uma saudade te esperando em cada canto.

Carlos Alberto Jales

Imagem 1:http://elspeththompson.wordpress.com/2008/03/06/hello-world/

11 comentários:

Nanda Assis disse...

qnta paixão tem nos seus poemas. adoro.

bjosss...

Adolfo Payés disse...

Bello tus poemas.. entrar a leerte es encontrar siempre la ternura..

Saludos fraternos
un abrazo

Chá das Cinco disse...

Olá!
Gostei muito do teu blog,as fotografias são lindas, sem contar com os poemas,adorei.
Estou te convidando para um chá e um papo, a sua opnião será bem legal para o blog.
Um abraço linda.

Antonio Paulo disse...

Esse " Recado" do Carlos Alberto. É na verdade um belo convite ao amor. Bom dia Sonia e hoje já quinta bom final de semana.

Dois Rios disse...

Oi, Sonia!

De fato o amor não precisa de tempo e nem lugar para realizar-se ou revelar-se. A presença, por si só, basta.

Beijo,
Inês

CelyLua - O blog das Letras disse...

Querida Sonia, Menina Princesinha dos belos poemas...
Saudades literárias, rsrsrs.

*Logo de inicio, já que li na postagem “abaixo, com data de 04/08” mas fazendo referência à data 05/08/1954 O dia do seu nascimento, ou seja, o seu aniversario! Vou então começar assim...

Nesta época, mesmo existindo estes “fatos” os quais realmente marcam as nossas mentes, mas o dia foi realmente dedicado a você e a todos que nesse dia nasceram aqui neste planeta terra.
Ou seja, aqui você sempre reinará como a “Princesinha das poesias!”.
Portanto, esta data 04/08/ será o seu dia especial. Ou seja, o dia para você olhar e ver o quanto és amada por todos que te cercam.
Mesmo atrasada, mas desejo de coração que este dia tenha sido e continue sendo, continuo de saúde, paz, amor e com infinidades de possibilidades de doces vitórias pra você.
Sonia mesmo não te conhecendo pessoalmente, mas sinto através das suas palavras a essência da paz e sabedoria que dentro da sua mente certamente reina.
Pra você minha reverencia e apreço.
Agora, vamos falar sobre esta doce e bela postagem...

Estas fotos e este doce poema estar divino, parabéns!
A música meu Deus, é extraordinária... Adoro Roberto Carlos!!!!
Todas as vezes que visito você e seu amado Eduardo, é sempre luz e paz aos olhos do meu espírito.
Ou seja, as suas postagens são acolhedoras, repletas de infinita intensidade amorosa.
É muito bom ler com lirismo as palavras que germinaram no coração de quem ama com verdade e reverencia. Ou seja, assim como vocês dois!
Deus abençoe você, seu eterno amado Eduardo e todos da sua família.
Beijos de paz e poesias.
Com carinho,
CelyLua, Amiga e fã da sua brilhante inspiração...

Muito obrigada!

Dora Regina disse...

[..]Quando quiseres me amar,
não escolhas tempo nem lugar.
Deixarei a porta aberta, a casa limpa,
uma saudade te esperando em cada canto[...]
Lindo lindooo! Demais amiga!
Abraços.

MEUS PENSAMENTOS disse...

sonia querida um poema belissimo
e que deixa o coração alegre,bjs pra vc querida!

seu gordo disse...

o amor e seus misterios abraço bom final de semana

Adélia Nenevê disse...

Querida Sônia !
Lindo poema ! vou roubá-lo pro meu blog ! ah! muito obrigada pelos comentários q sempre fazes em minhas postagens, me deixam muito feliz e lisonjeada !

bjs e bom fim de semana !

Adélia.

Layara disse...

Totalmente sem palavras.
Um doce pedido desses
Ama-se em qualquer Tempo.

E as imagens sempre tão LIndas e aconchegantes, ler-te é sempre uma bela viagem, pelas letras e pelas imagens.

Um beijo Lilás!

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.