.

.

26 setembro 2009

Aula de Vôo



O conhecimento
caminha lento feito lagarta.
Primeiro não sabe que sabe
e voraz contenta-se com cotidiano orvalho
deixado nas folhas vividas das manhãs.
Depois pensa que sabe
e se fecha em si mesmo:
faz muralhas,
cava Trincheiras,
ergue barricadas.
Defendendo o que pensa saber
levanta certeza na forma de muro,
orgulha-se de seu casulo.
Até que maduro
explode em vôos
rindo do tempo que imagina saber
ou guardava preso o que sabia.
Voa alto sua ousadia
reconhecendo o suor dos séculos
no orvalho de cada dia.
Mas o vôo mais belo
descobre um dia não ser eterno.
É tempo de acasalar:
voltar à terra com seus ovos
à espera de novas e prosaicas lagartas.
O conhecimento é assim:
ri de si mesmo
E de suas certezas.
É meta de forma
metamorfose
movimento
fluir do tempo
que tanto cria como arrasa
a nos mostrar que para o vôo
é preciso tanto o casulo
como a asa.

Mauro Lasi





Imagens: Costão do Santinho e Lagoa da Conceição

13 comentários:

Ava disse...

Que bela metáfora sobre o conhecimento, Sônia!

"Quando pensamos que sabemos tudo, mudam as perguntas..."

Lí iso aem algum lugar...rs


As fotos estão belíssimas!


Beijos

EDUARDO POISL disse...

Lindíssimo poema meu amor.
Beijos te amo

Mundo Animal. disse...

______????____☼______????
_____??__??__________??___??
____????___?(* " "*)?__??___????
___????_??__( ='o'=)__??__??_???
__??????___--( ,,)-(,,)- __??__??_???
??_?_?_?______☼_______?_?_?_??
??_?_?_________ _________?_?_??
??_?___Felizzzzzz Domingoooo__?_??
???_________Mundo Animal _ ___???

Mundo Animal. disse...

______????____☼______????
_____??__??__________??___??
____????___?(* " "*)?__??___????
___????_??__( ='o'=)__??__??_???
__??????___--( ,,)-(,,)- __??__??_???
??_?_?_?______☼_______?_?_?_??
??_?_?_________ _________?_?_??
??_?___Felizzzzzz Domingoooo__?_??
???_________Mundo Animal _ ___???

direitinho disse...

Muito bonito este saber que se quer esconder depois de aprender.
É preciso voar e mostrar que tambem sabemos amar.
Toda a nossa vida é comunicar voando dos pensamentos de alguns para os nossos pensamentos e saber comparar e saber dar ensinando e sobretudo amando sempre sem muros nem barreiras.

Pedro Ferreira disse...

Um bom texto metafórico... quanto mais sabemos das coisas do mundo, mais tomamos conhecimento que muito mais há para saber...
Beijinhos...

Principe Encantado disse...

Vim lhe visitar amiga Sonia e te deixar uma palavrinha:
O dia inteiro é uma rotina que se debulha.
O pensamento causa a surpresa que fecunda o inesperado.
Acontecem coisas deslumbrantes na mesmice de cada dia.
A vida é uma caixinha de surpresa ...
Só se dá bem quem não se assusta com o que tem dentro!
Abraços forte

VANUZA PANTALEÃO disse...

É verdade, amiga!
O casulo pode ser até mais necessário que a asa. Uma Filosofia em forma de Poema.
Essas imagens que nos dizem tanto!
Lindíssima semana, Sônia!!!Bjsss

mariam disse...

Sonia,

imagens e palavras muito bonitas!

um sorriso :)
mariam

Déia disse...

sempre se superando!

tem selinho pra vc!

bj

Nade disse...

Sonia, Mauro Lasi escreveu lindamente sobre o conhecimento, metaforizando-o. Excelente escolha, amiga.
Quando alguns pensam que detém o conhecimento, agem como se houvesse muralhas em volta, na maioria das vezes, arrogantemente.
Mas o conhecimento não se limita, ele se renova!
Adorei as fotos também!
Bjs, querida!

Ricardo Calmon disse...

Lindo lindo,metáfora essa!

Me fez feliz em domingo esse!

Amute pessoa linda,escriba mulherr!

Viva Vida!

Dora Regina disse...

Parabéns por tão bonito poema!
Boa semana!!
Um abraço.

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.