.

.

08 setembro 2009

Canção Grata


Por tudo o que me deste
inquietação cuidado
um pouco de ternura
é certo mas tão pouca
Noites de insônia
Pelas ruas como louca
Obrigada, obrigada
Por aquela tão doce
e tão breve ilusão
Embora nunca mais
Depois de que a vi desfeita
Eu volte a ser quem fui
Sem ironia aceita
Que bem que me faz agora
o mal que me fizeste
Mais forte e mais serena
E livre e descuidada
Sem ironia amor obrigada
Obrigada por tudo o que me deste
Por aquela tão doce
e tão breve ilusão
Embora nunca mais
Depois de que a vi desfeita
Eu volte a ser quem fui
Sem ironia aceita
A minha gratidão.

(Florbela Espanca)

Imagem 1: Esther Pérez



15 comentários:

Adolfo Payés disse...

el mar su aroma y tus poemas dan vida..

Un abrazo
Saludos fraternos

VANUZA PANTALEÃO disse...

Bom dia, Sonia!
A Poesia de Florbela é mesmo um "algo mais", mulher que veio ao mundo para marcá-lo indelevelmente.
Adorei!
Beijos mil!!!

mariabesuga disse...

Este poema na voz de João Villaret é um deslumbre, Sónia. Tente ouvir...

Muito boa escolha para acolher em seu sítio.

Um beijo nas/das palavras com sentidos

Rosemari disse...

Olá sonia

Florbela espanca é uma de minhas escritorras favoritas. Nesse poema ela foi de uma sensibilidade sobrenatural.Versos que são a expressão mais pura do reconhecimento.
um beijão.

Isaac Melo disse...

Sônia,
adoro Florbela! É sempre um aconchego teu blog. Um toque de poesia.

Um forte abraço e boa continuação de semana!

Mundo Animal. disse...

@@@
@@___@@_________@@@@
_@@___@@_______@@____@@@
_@@__@@_______@___@@___@@
__@@__@______@__@@__@@___@@
___@@__@____@__@@_____@@__@
____@@_@@__@_@@________@@
____@@___@__@@
___@___________@
__@_____________@
_@____^_____^____@
_@_______?_______@
_@_______________@
___@____`-´_____@
____@@_______@
┊ ┊ ┊ ┊ ★ ☾ HOLA SONIA QUE LINDA ENTRADAAAAAAA
QUE TENGAS UN BUEN DIA.
SALUDOS MUNDO ANIMAL

Agulheta disse...

Sónia. Bela escolha para este poema,tem tanto de belo como de alma,as fotos lindas e o raminho?lindo adorei.
Beijinho fica bem

Lisa

direitinho disse...

Quem não gosta de ler e beber a poesia de Florbela Espanca ?
Tudo é belo e perfumado.
Soube cantar a sua dor e o seu amor.

Fernando Rodrigues disse...

Lindissimo poema, parabéns!
bjus

Norberto Marques disse...

Olá Sónia !!!

A escolha perfeita... só mesmo Florbela Espanca para nos reconfortar o coração...

Beijinho


Norberto

Ana Martins disse...

Muito lindo Sónia!

Beijinhos,
Ana Martins

Rosemildo Sales Furtado disse...

Oi amiga! Passei porque precisava de um pouco de encantamento. Cheguei, encontrei Florbela, me encantei e aprendi um pouco mais.

Abraços,

Furtado.

Diogo Caceres disse...

Boa noite, tudo bem?
É a dança da vida, nos convidando sempre a valsar c/ as emoções, com os sonhos, os desejos... não podemos ter medo de errar o passo!!
Parabens pelo post... grande abraço!!!

poetaeusou . . . disse...

*
boa escolha, amiga,
,
Que linda tarde aberta sobre o mar!
Vai deitando do céu molhos de rosas
Que Apolo se entretém a desfolhar...
E, sobre mim, em gestos palpitantes,
As tuas mãos morenas, milagrosas,
São as asas do sol, agonizantes...
,
in-Florbela Espanca
,
brisas serenas
,

mar salgado disse...

Gosto muito desta última foto de dia 8 e das duas primeiras de dia 7.
São poéticas...

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.