.

.

24 setembro 2009

Um dia



Um dia, lendo este poema,
lembrar-te-ás:
o amor falou através dele.
Ouvirás no seu ritmo
a voz que tantas vezes desejaste;
reconhecerás nos seus versos o corpo que encheu
a tua vida;
tocarás em cada uma das suas palavras
os dedos que te ensinaram a medir os dias
pelas suas contas de ternura.
E o tempo
entrará por ti como um rio que alaga os campos
do inverno.
Olharás à tua volta, vendo a desolação
de uma paisagem inundada.
Algures, porém,
uma árvore antiga sobressai;
e os seus ramos
verdes dar-te-ão a esperança de uma nova
primavera, em que voltes a ouvir a voz
que o poema te trouxe
com os seus dedos
de música.

Nuno Júdice



25 comentários:

Menina do Rio disse...

Gosto dessa Ilha, desse vento suave que faz dançar as palmeiras e ficar imaginando este poema na sinfonia do ar

Beijo pra ti, querida

M@ria & Reggina Poesias disse...

Amo esta ilha e o amor fala mais alto através dela e destas lindas paisagens!

Boa Noite M@ria

Nanda Assis disse...

poema e imagem q nos transmitem muita paz.

bjosss...

Maria L. Bózoli disse...

Sou turista aki nesta ilha...amoooo

Venham visitar meu mais novo cantinho...

"Cantinho Poético"

Beijus.......M@ria

Maria L. Bózoli disse...

Tópico do meu cantinho


Cantinho Poético
http://amorepoetico.blogspot.com/

Beijussssssssssss

Daniel Costa disse...

Sónia

Um belo poema de Nuno Judice, um poema que vai bem com a ilha, com as cores e árvores da ilha.
"UM VENTO NA ILHA" é sempre agradável, não só pela bela poesia seleccionada, como pela bonitas imagens paisagísticas.
Se pareço andar mais abúlico e por uma questão de espaço tempo.
Daniel

direitinho disse...

Os poemas deixam sempre uma mensagem.
Levam saudades no tempo
De tudo quanto vivemos
Relendo recordamos
As mensagens que gostamos

louca esquizoffrenica disse...

Sonia, este poema lindo é um hino ao amor e à saudade:
"Um dia, lendo este poema,
lembrar-te-ás:
o amor falou através dele.
Ouvirás no seu ritmo
a voz que tantas vezes desejaste;
reconhecerás nos seus versos o corpo que encheu
a tua vida;"
Envolve e preenche dias de solidão.
Uma optima sexta-feira, beijo enorme no teu coração

Gabi disse...

Sónia, você tem muito talento, o seu blog é lindo. Já estou a seguir. Bj.

Andresa disse...

Linda escolha minha amiga que ficou maravilhosa com as fotos dessa ilha.
bjs
Andresa

entremares disse...

Os ventos da ilha ... trazem-nos memórias de árvores, de aromas, de flores amarelas que crescem solitárias no meio do asfalto.

São essas as memórias.

E é verdade... o amor fala através delas.

Kotta1947 disse...

Num quadro de perfeita harmonia. A calmaria desse canto maravilhoso e a poesia bem enquadrada nessa paz. Bjo.

Unseen Rajasthan disse...

Beautiful shots !! Simply stunning !!! Great...Unseen Rajasthan

Everson Russo disse...

Muito falam na vida da gente , os poemas, as canções e os corações...beijos querida amiga e um lindo final de semana pra ti.

SAM disse...

Um lindo poema repleto de ternura, Sonia. As fotos, lindas.


Carinhoso beijo

Perla disse...

Que o amor e aPrimavera sempre falem através do poema!

Bjos

sam rock disse...

Cuantos poemas leídos, escuchados en otras voces, deletreados con deseo al oído... En fin, que la poesía tiene una gran capacidad evocadora para todos los aspectos que conformar la vida cotidiana.

Un abrazo
Buen fin de semana.

☆Fanny☆ disse...

Adoro Nuno Júdice. Um poeta sublime.

Gosto das imagens que colocas aqui... dá até para sentir os seus aromas!

Beijinhos

Lu disse...

Bueno poema*
Gostei do verso - 'E o tempo entrará por ti como um rio que alaga os campos do inverno"

Agulheta disse...

Um belo poema de Nuno Judice! que tão bem ficou nesta ilha e no encantamento de um olhar.
Beijinho bfs

LOURO disse...

Querida amiga Sónia,

lindo poema,e umas fotos espectacúlares!!! Parabéns pela escolha...

Bom fim de semana

beijinhos de carinho e amizade

Lourenço

Wanderley Elian Lima disse...

Oi Sonia, passei para ler o novo poema, amei, e lhe desejar um ótimo fim de semana.
Abraços

Principe Encantado disse...

O amigo deve ser como o dinheiro, cujo valor já conhecemos antes de termos necessidade dele,
por isso não vou fazer tal e qual o avozinho infeliz: Em vão,por toda parte,os óculos procura
Tendo-os na ponta do nariz! E eu aprendi que para se crescer como pessoa e preciso me cercar de gente mais inteligente do que eu. Obrigado por serem meus amigos.
Um bom final de semana para todos.
Abraços forte

Aníbal Raposo disse...

OLá Sónia,

Belo poema do Nuno Júdice que muito aprecio.

Bom fim-de-semana.

G I L B E R T O disse...

Sonia

Esta ilha continua linda!

Bela fotografia!
Belas poesias!

Muita criatividade e talento!

Bom demais retornar e rever tudo sempre tão lindo, minha amiga!

Abraços e sempre grato por tuas visitas tão gentis e carinhosas!


Estejas bem e feliz com os teus!

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.