.

.

29 setembro 2009

Uma experiência única



Lembra que bonito a gente era
Lembra como tudo começou
Vê se não desiste
Vê se a gente insiste
Não torne tudo um sonho que passou.

Cada dia o mundo nos leva mais um
E fica menos um, menos um violão
E a nossa canção não é a mesma
Como ela era então.

Faça aquela cara antiga
tão cheia de vida
sem ressentimento
Corra livremente e grite
uma cantiga ao vento.

Diga que nada mudou
que o tempo não levou
Que apesar de tudo
A nossa canção ficou.

Nizan Guanaes




Imagens: Praia Mole e Barra da Lagoa

30 comentários:

louca esquizoffrenica disse...

bom dia sonia.
Como sempre as suas palavras me preenchem. Abraço forte desde este lado do oceano, Um bom-dia

Daniel Costa disse...

Sónia

A canção de Nizan Guanes, devia fcar para sempre!
É apelativa ao eterno amor do antigamente, seria mais sedutor.
Mar onde morará hoje esse ardor?
As fotos que fazes pasasar, continuam a conter paisagens de sonho.
Daniel

Só Eu (Ricardo) disse...

Olá Sónia.
Obrigado pelas palavras sempre tão ternas. Assim como o teu espaço. Sempre com tanto bom gosto...
As fotos transportam-me, pelos sonhos, a praias onde nunca espraiei o meu mar. Lindas de morrer.
Beijinhos com muita ternura
Ricardo

Unseen Rajasthan disse...

Beautiful post and lovely words !! Thanks for sharing !!Unseen Rajasthan

Elaine Crespo disse...

Sonia!

Adoro tuas poesias!
Este blog é lindo cheio de poesias e imagens deslumbrante!
Adoro!!

Tem um site para escritores e amantes da poesia e a você publica suas poesia! Você iria gostar!

"Meu Mundo Quadrado"

Um beijo
Elaine

Chica disse...

Que maravilha tudo aqui.Foi muito bom que , através da postagem lá no blog da Lilia, pude te conhecer e ver essas belezas todas da tua ilha. LINDO BLOG! Parabéns!beijos,chica

(Carlos Soares) disse...

Muito lindinho esse poema.Falo lindinho pela ternura e cuidado com que foi feito.Esse também "Pintei uma rosa para ti", também é ótimo.Beijos e lindo dia.

Denise disse...

Fez-me lembrar de "Maninha " do Chico
Se lembra do futuro
Que a gente combinou
Eu era tão crinça e ainda sou
Querendo acreditar
Que o dia vai raiar
Só porque uma cantiga anunciou
Mas não me deixe assim, tão sozinho
A me torturar
Que um dia ele vai embora, maninha
Pra nunca mais voltar


Nada dura eternamente não é.....importante é q tenha sido eternizado em momentos

fique bem
carinho
De

Norberto Marques disse...

Olá Sónia !!!

Obrigado por partilhar estes belíssimos momentos com todos nós. Tudo de bom !!

Aquele abraço do outro lado do oceano.

Norberto

Gabi disse...

Visitar o teu blogue é sempre uma viagem maravilhosa. Obrigada pelas palavras e pelas lindas imagens.

Marcinha disse...

Obrigada por ter passado no bloterapia ontem , ter pessoas como voçê e o Eduardo na minha lista de contatos , é uma honra ...
E sinto-me honrada quando recebo sua visita , seu blog é lindo , suas experiencias de vida também , e certamente Deus te abençoou com muita sabedoria !!!
ps: Quero um dia poder desfutar da paz que sentes em morar nessa cidade tão linda ...
beijos

Lainha disse...

Amiga querida!!! Depois desse poema que se encaixa bem no meu estado atual, quero agradeçer a visita e dizer que é muito bom ter vc cmo amiga, ainda assim sendo virtual. A vida nos dá rasteiras, mas com certeza a vida continua!!

Bjooo querida!!!

Lainha

sam rock disse...

Fermosas palabras acompañadas de unhas fermosas paisaxes.

Unha aperta.

Victor Gil disse...

Oi Sônia.
As imagens com sempre são lindissimas, as palavras são uma maravilha. Mas aquelas palavras que são tuas e que estão em lugar de menor destaque, são a verdadeira maravilha. Essas palavras são mais a imagem da verdadeira Sônia. Por exemplo:

"Deixaste minha alma livre
Para voar com o vento por
Sobre montanhas e mares..."

Leiam bem o resto. Lindo de mais. Amigos que nos acompanham, não acham que tenho razão?
Beijos amiga
victor Gil

Bandys disse...

Olá Sonia,
Lindo, lindo, poesia e imagens.

Uma 4ª de muita paz.

Beijos

Cris disse...

Hermosas playas de tu Paìs !! Por suerte pude conocerlas. Somos una familia amante del Brasil. Conocì Vuestro carnaval bahiano. y muchos otros sitios de ese bellisimo lugar.
Saluditos Argentinos
Cris // mujeresdesincuentay

Marcelo Novaes disse...

Ter a passagem do tempo como aliado, e não como inimigo, é o grande desafio.


Deixar ir...







Beijos,










Marcelo.

Nilson Barcelli disse...

Fotos e poema muito bons.
Gostei, querida amiga.
Beijo.

Agulheta disse...

Sónia. O poema lindo como sempre,as fotos de beleza impar.
Beijinho de amizade.

Luísa disse...

Quando cá chego, fico sempre num momento silencioso de introspecção!
Esta ilha é calma e acalma...
Tudo é lindo: a paisagem, o aroma, a brisa...o bom gosto literário e as escolhas belas da poesia postada!

Beijinho terno!

AFRICA EM POESIA disse...

Sónia


O Pôr do sol...
as chuvas...
As queimadas...
O café...
Tudo é mágico...

Aqui sinto a felicidade com a ilha e o vento...
Beijos

Andrea disse...

Sonia, fica dificil escrever aqui sabia? é tanta coisa linda pra encher os olhos e contemplar, fico maravilhada em cada foto, em cada texto ou poema, que bom ter você no blog para dividir conosco estas maravilhas...

Obrigada

bjo pra ti

♥ ♥ Eu disse...

Tem um Selinho Primavera esperando por vc lá blog, espero q aceite...ofereço à vc com muito carinho.

bjos!

MEUS PENSAMENTOS disse...

oi sonia seu blog foi escolhido pelo en cantos blog mês de outubro,pra nos é uma honra te-la como seguidora,bjs!!
http://encantosamigos.blogspot.com/

Rosani Nauar disse...

Querida! Amiga

Esse poema simplesmente lindo...como seria bom gente parasse o tempo quando estamos vivendo momentos de felicidade...mas só ficam as lembraças como balsamo nos momentos não tão bons, assim que estou no momento.
Querida fiquei feliz saber q breve terá um netinho ou netinha...será uma flor no seu jardim com certeza.

beijos, de sua amiga que te adora muito.

Maria L. Bózoli disse...

Obrigada Sonia......Suas visitas são sempre bem vindas e suas palavras muito mais.

Amo voce querida......Boa Noite!

BlueVelvet disse...

Você não sabe mas estive uns tempos afastada do meu blog.
Vim agradecer as suas visitas e dizer que fiquei encantada com os seus posts.
Lindos, todos.
Um abraço

direitinho disse...

Muito bonito este grito ao vento que sempre fica no pensamento e no coração.
Felizes dos que sabem viver e guardar o amor e fazer das suas vidas um hino de ricas e profundas melodias

Maria João disse...

Sonia
Mas inevitávelmente, apesar da vontade do poeta , tudo muda.
Não necessáriamente pela negativa, mas tudo muda, fica diferente, cresce e amadurece dentro de nós.... e não é mau de todo que assim seja.
Um beijinho

FELIPE FONSECA disse...

SAÚDADES DA BARRA. LUGAR SIMPLES, MAS BEM ACONCHEGANTE.

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.