.

.

08 novembro 2009

Caixinha Mágica



Fabrico uma caixa mágica
para guardar o que não cabe
em nenhum lugar:
a minha sombra
em dias de muito sol,
o amarelo que sobra
do girassol,
um suspiro de beija-flor,
invisíveis lágrimas de amor.

Fabrico a caixa com vento,
palavras e desequilíbrio,
e para fechá-la
com tudo o que leva dentro,
basta uma gota de tempo.

O que é que você quer
esconder na minha caixa?

Roseana Murray





Imagens: Praia dos Ingleses, Eduardo e Sônia

25 comentários:

Sônia Brandão disse...

Quanta coisa boa pode ser escondida nessa caixinha!

Lindas imagens.

Beijo. Tenha uma ótima semana.

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Néctar da Flor faz a primeira Blogagem Coletiva onde o tema é: Um conto de amor com cheiro de Néctar da Flor. É com muita felicidade que convidamos todos a conhecer um mundo encantado que há dentro de cada um. Conte um conto, seja personagem da sua história e sinta cada palavra escrita na hora que for contar.


As 10 melhores postagens com o tema levarão um layout personalizado ou uma página de scrapbooking digital. O restante das informações já estão incluídas na imagem acima e a inscrição já está aberta.


Basta colocar nessa postagem o seu nome, o nome do blog que irá concorrer e o email.


Faça parte dessa festa... que festa?


Aquela que se fantasia com emoção...


... VEM?


Obs: Quem for participar tem que levar esse selo abaixo e deixar visível para todos verem.

Germano Xavier disse...

Perfeita união imagético-verbal.

Continuemos, Sônia...

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Néctar da Flor faz a primeira Blogagem Coletiva onde o tema é: Um conto de amor com cheiro de Néctar da Flor. É com muita felicidade que convidamos todos a conhecer um mundo encantado que há dentro de cada um. Conte um conto, seja personagem da sua história e sinta cada palavra escrita na hora que for contar.


As 10 melhores postagens com o tema levarão um layout personalizado ou uma página de scrapbooking digital. O restante das informações já estão incluídas na imagem acima e a inscrição já está aberta.


Basta colocar nessa postagem o seu nome, o nome do blog que irá concorrer e o email.


Faça parte dessa festa... que festa?


Aquela que se fantasia com emoção...


... VEM?


Obs: Quem for participar tem que levar esse selo abaixo e deixar visível para todos verem.


-

Juliana Paez disse...

Guardaria tudo o que não quero esquecer....momentos e pessoas que fazem de mim alguém muito feliz!!!

Parabéns pelo texto!!!

Boa semaninha,
Bjos da JU

Vieira Calado disse...

Olá, amiga!
Coloquei o endereço do seu blog, em postagem com uma lista de amigos que postaram poemas meus.

Obrigado

direitinho disse...

Muito bonito e expressivo este poema
Coisas que só cabem numa alma poética.
Parece também ter-lhe emprestado uma cor humana pelas fotos.
Parabéns

Chica disse...

Essas caixinhas são verdadeiros tesouros!Lindo como sempre!beijos,chica

Lira Santos disse...

Meu computador está com um vírus muiiiiiito contagioso.
E como eu sou bacaninha vou contagiar vc tb!
E não tem jeito não!!! Só de ler a mensagem vc já adquiriu o vírus...
CALMAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!
Vai ser legal!!! Olha só o resultado do exame.
Tô com os vírus:
♥da Alegria
♥do Carinho
♥da Esperança
♥da Fé
♥do Amor
♥da Saudade
E o pior deles q não tem remédio:
O vírus da ♥AMIZADE♥
Que É O Q SINTO POR VC!!!

REBELDE disse...

SONHOS BJS

arobos disse...

LOS VERSOS, PRECIOSOS. LA MÚSICA DE FONDO... INEFABLE. UN SALUDO.

Helena Castelli disse...

Oi querida... vou guardar meus momentos felizes... em dias como hoje... virei abrir a caixinha... para rever esses momentos...

Beijos meus, de boa tarde.

a magia da noite disse...

guarde na caixinha também sua alma, pois dela sobra muito carinho e dedicação, e quando não souber que fazer com ela guarda na caixinha de cartão.

Wanderley Elian Lima disse...

Lindo poema, quase infantil.
Um abraço

Ana Maria disse...

Todos nós temos uma caixinha de surpresa dentro de nós.
Muitos tentam desvendá-la.
Beijinhos amiga!

louca esquizoffrenica disse...

Nessa caixinha podemos guardar a mágoa e a tristeza para só ficar a alegria para distribuir ao mundo . Lindas fotos como sempre. Beijos desde o outro lado do oceano.

Bloguinho da Zizi disse...

Eu vou entrar na caixinha
e buscar tudo que foi guardado
e quem sabe encontro
algo pra ser usado.

Será que posso?

Rosemildo Sales Furtado disse...

Guardari a lembrança de ter passado por aqui e ter lido esse belo poema e me deliciado com essas imagens maravilhosas.

Maravilha Sônia. Bela escolha.

elvira carvalho disse...

Lindo. Quem dera uma caixinha assim.
Lindas imagens.
Um abraço e uma boa semana

Luísa disse...

Nessa caixa linda, lá bem no cantinho, tem um beijinho guardado para a Sónia.

BJNHS

Fernanda disse...

Amiga Sónia,

Também gostava de ter assim uma caixinha, mas fui-me desfazendo de tudo (quase tudo), tenho o essencial guardado mas não numa caixinha especial...acho que vou arranjar uma mesmo, como deve ser, l i n d a.

Parabéns pelo poema e pelas fotos.
Também gostei da música.

Beijinhos,
Fernanda Ferreira

Maria João disse...

Sonia

Todos temos tanta coisa boa para guardar numa caixinha mágica...

Adrei a tua escolha, como sempre!

Um beijinho

Dora Regina disse...

Sonia, na sua caixinha mágica eu esconderia minha amizade...
Abraços e uma excelente semana.

Suh disse...

Sônia.
Eu guardaria: momentos, coisas e pessoas!

Belíssimo blog.
Um abraço
Suh ;)

RETIRO do ÉDEN disse...

Essa caixinha tem música e de "piano"...os versos de Sônia sobre o piano estão lindíssimos.
Tenho uma canção com piano que gosto muito, é do nosso Pedro Abrunhosa que declama mais, do que canta...em minha modesta opinião.Mas colocou um bocado de piano a solo...
"Se eu fosse um dia o teu olhar" assim se chama a canção.
Meu filho quando estava de saúde, tocava estes acordes.
Bjs.Fiquem com Jesus, Maria e José
Mer

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.