.

.

22 novembro 2009

Paz do Meu Amor / Menino Passarinho



Você é isso
Uma beleza imensa
Toda recompensa de um amor sem fim
Você é isso
Uma nuvem calma
no céu de minha alma
e ternura em mim
você é isso
estrela matutina
luz que descortina um mundo encantador
você é isso
barco de ternura
lagrima que é pura
Paz do meu Amor

Quando estou nos braços teus
Sinto o mundo bocejar
Quando estas nos braços meus
sinto a vida descansar
no calor dos seus carinhos
Sou um Menino Passarinho
Com vontade de voar...

Jessé
Letra de Luiz Vieira




As imagens de hoje são da Praia dos Ingleses, linda neste domingo!

16 comentários:

EDUARDO POISL disse...

Muito linda as imagens de hoje e o poema também, parabéns.
Beijos te amo

lidia disse...

muy uenas imagenes! texto excelente, amig mia
un abrzo
y obrigado por ser mi seguidora
lidia-la escriba

Rosemildo Sales Furtado disse...

Belíssima combinação! Poema, melodia e as paisagens maravilhosas dessa linda ilha. Belo presente de domingo. Bela escolha.

Abraços e feliz início de semana.

Furtado.

Nanda Assis disse...

lindos poemas???
o lugar é aqui.

bjosss...

Chica disse...

Lindas fotos e a poesia , lembro dessa música! beijos,linda semana,chica

(Carlos Soares) disse...

Oi,Sônia.Que bo mque nos trouxe Jessé, esse grande cantor,compositor de "PORTO SOLIDÃO"."Voa,LIBERDADE(creio ser o mesmo que você citou). Jessé conquistou um prêmio internacional de voz ... e o Brasil não sabe disso. Apenas uma de muitas injustiças culturais de nosso país. Não sabia que letra era dele, eu já ouvi com Luiz Vieira desde menino e gostava muito. Beijos e ótima semana

REGGINA MOON disse...

Sônia,

Como sempre, maravilhoso vir aqui...lindo poema de Jessé...
As imagens nos dão paz e para mim vir aqui é mesmo uma viagem, um momento de reflexão!

Parabéns!!!

Boa semana!!

Reggina Moon

GALLARDO disse...

Bom dia Sónia

Parabéns pelo seu blog!
De facto associar poemas a imagens
dá uma dimensão mais precisa aos pensamentos que se precisam cada vez mais positivos.


Cmpts, continue, força!

Gallardo
www.3dthought.blogspot.com

Vitor Chuva disse...

Olá Sonia!

Bonita declaração de amor em forma de poema. Imagens lindas, como sempre!

Boa semana; um abraço.

Vitor Chuva

arobos disse...

Praia dos ingleses: en mi tierra hay una playa a la que se llama "de los alemanes". Pero ni de unos ni de otros: son nuestras. Brasileñas y españolas. Un saludo.

Sara L. Miranda disse...

Que ternura...

Olhar o mar disse...

Olá Sonia,
É sempre um prazer visitar seu blog, as fotos e os poemas são lindos,
Lhe desejo uma boa semana na companhia de todos os seus amores.
olharomar

Luiz Caio disse...

Oi Sônia! Como Boa tarde!

Nossa, como eu adoro esta musica!
Faz muito tempo que não a ouço.

VOCÊ COMO SEMPRE POSTANDO COISAS LINDAS!

TENHA UMA ÓTIMA SEMANA!

Beijos

Cris Tarcia disse...

Olá!

Maravilha de poema, Jesse tinha uma voz suave, cantava com o coração.

Tem um selinho pra você, o Amigo da Paz, espero que goste.

Beijos e uma linda semana

Marta Vasil disse...

Há muito tempo que não vinha beber um bocadinho do vento da tua ilha. E soube-me muito bem com este lindo poema de imensa ternura. E de belíssimas fotos.

Um beijinho e semana de muita alegria

O mar me encanta completamente... disse...

Saudades Soninha,
Fico feliz demais ao ver sua obra literária...
O mundo blogueiro só tem a ganhar com sua presença e posts dignos
da pessoa sensivel que vc é, de fato.
Há alguns dias não vinha aqui, aproveitei e me alimentei de
uma farta porção de sua inspiração...
Hoje vim te ler, e compartilhar com você um presente:
Sou a poetisa da semana no Blog do VALTER POETA e
é claro, gostaria que lesse, e caso queira, opine.
É sempre pra mim um prazer e uma honra saber sua concepção,
sua opinião, seu parecer.

Te espero...

http://valterpoeta.blogspot.com


Beijinhos... Glória

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.