.

.

11 abril 2010

Poema de Domingo


Todos os meus poemas começam de manhã, com o sol.
Mesmo que as palavras não estejam à vista,
O poema será, então, meu céu de chuva
explicando a luz.
Durante o dia, morará inteiro
num espaço mais aberto
de ar claro e luminoso,
nas tardes lisas e eternas…
Então, emergirá, mais uma vez,
Da noite, do silêncio,
como um cais seguro.
Pela rua
sua passagem se confundirá
Com os assovios do vento
Com o rumor dos mares
E o encontrarei em areias claras
onde possa se estender ao sol,
no relicário dos meu sonhos.
Meu poema será
uma mão aberta e,
na sua palma, estará minha esperança.
…e se arrastará com o dia
e se meterá pelas copas das árvores,
cantará com os pássaros e correrá com os riachos…
Meu poema contará como tudo é feito
menos ele próprio…
começará por um acaso cinzento,
como esta manhã de abril
e acabará, também por acaso,
quando o sol (em meus olhos) brilhar…
Meu poema me levará no tempo
E não passarei sozinha…

Por Claude Bloc








NO ILHA DA MAGIA:
DÚVIDAS
link em Leia Mais...

24 comentários:

Glória Müller disse...

E o nosso final de domingo fica então assim, cheiiio de poesia. Que beleza, amiga
Beijos
Glória

Victor Gil disse...

Querida amiga Sônia.
Como sempre excelentes fotos, sempre bem acompanhadas das palavras. A primeira foto, está excelente. Como uma simples cortina pode dar uma imagem tão boa.
Beijos amiga.
Victor Gil

Lídia Borges disse...

O poema como o sol nascente a iluminar a manhã.

Bonita imagem! Bonitas imagens...

Um beijo

Ivana Marisa Altafin disse...

Sônia,
Como a natureza é a grande fonte de inspiração para muitos poetas?!!!Bendita natureza, um domingo cheio de alegria. Um grande abraço!

UIFPW08 disse...

Querida Sonia, Suas fotos são sempre bonitas no azul .. Boa semana
Bejos meus
Maurizio

leonorcordeiro disse...

Querida Sonia,

Passando por aqui para matar a saudade...
Parabéns pela bela postagem!

"...começará por um acaso cinzento,
como esta manhã de abril
e acabará, também por acaso,
quando o sol (em meus olhos) brilhar…
Meu poema me levará no tempo
E não passarei sozinha… "

Grannnnde abraço!

AROBOS disse...

Palabras y versos, siempre tan bellos. Saludos.

manuela baptista disse...

Sónia

entre poemas e mar

passei aqui, nesta paz
para lhe deixar um abraço!

Manuela

SAM disse...

"...Meu poema contará como tudo é feito menos ele próprio…"

E que poema! Em versos belíssimos descreveu tantas belezas...


As fotos, sempre bonitas Sonia.

Ótima semana.

ONG ALERTA disse...

Um dia lindo de sol para renovar as energias, paz...beijo lisette.

Betty disse...

Hermoso comenzar la mañana con buenas letras. las fotos siempre muy bellas. que hayas tenido un muy buen fin de semana. besos

Sonhadora disse...

Minha querida
Lindo poema e belas imagens...adorei.
deixo o meu carinho e um beijinho.

Sonhadora

Sylvia Araujo disse...

E o poema é o próprio sol, que brilha dentro, lá - bem dentro.

Lindíssimo, Sonia.

Meubeijopravocê

Cida disse...

Muito lindo o poema!
Quanto à essa cortina laranja... achei demais! Gostei tanto, que já resolvi: Vou colocar uma da mesma cor no meu quarto, pois deve ser tudo de bom acordar a cada manhã e ter um colorido tão lindo assim pela frente. Afasta até mau humor!...rs

Parabéns pelo blog, Sônia, está cada dia mais lindo.

Passo sempre por aqui, mas na pressa, acabo nem deixando um comentário. Hoje, resolvi fazer a visita demorar mais um pouquinho.

Um grande abraço, e tenha uma semana com muita Paz e Luz.

Cid@

Gisa disse...

... e realmente nos levou a luz e oa brilho do sol.

(nós daqui de Niterói estamos mesmo precisando dessa poesia de domingo)

Grande beijo

* Fada * disse...

*Sônia, bom diaaaaaaa !!! *

Minha amiga, o pai de um amigo

meu dizia : "Vantagem ninguém leva

na porta !"

*É a PURA VERDADE !!!

(kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk).

Desconfio sempre de tudo o que

é fácil, fácil !!!

*Sônia, muito obrigada pelos

teus comentário lá no meu amado

*Caderninho !!! Fico FELIZ !!!

*Ótima semana !!!

*Fiques com Deus.

*Beijossssssssssssss.

FERNANDINHA & POEMAS disse...

QUERIDA SÓNIA, BELÍSSIMA POSTAGEM... VOTOS DE UMA BELA SEMANA...ABRAÇO-TE COM CARINHO... ABRAÇOS DE CARINHO,
FERNANDINHA

Dois Rios disse...

Bonito poema! Não conhecia esse poeta.

Beijos,
Inês

Ana Lúcia Porto disse...

Que delícia de poema... É daqueles que preenchem o tempo do começo ao fim e sem data de validade...

Beijos e boa semana prá você...

Mariazita disse...

Lindíssimas fotos.
O poema descreve belezas que nos encantam.

Uma semana feliz.

Beijinhos

Fernanda disse...

Olá amiga Sonia!

è sempre um encanro visitá-la.

Tanto poesias como enquadramento é singular.

Parabéns,

Silvana Nunes .'. disse...

Boa tarde minha querida e doce amiga Sonia.
Como sempre um belo presente para o nosso dia ser mais feliz. Lindo.
Desculpe a minha pouca frequencia no seu espaço, mas estou sem computador e sem internet, dependendo das tais odiosas lanhouses.
Hoje pude chegar até você.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... deseja uma boa semana para você.
Obrigada por sua presença no MEU CADERNO DE POESIAS. Esta semana eu abri um outro espaço a pedido de meus filhos, é o CADERNO DE RECEITAS, se puder ir até lá dar uma olhadinha.
O link é http://www.blodasreceitas.blogspot.com
Beijo grande
Saudações Educacionais !

Sônia Brandão disse...

É sempre agradável vir aqui apreciar as suas belas postagens.

bjs

Pati disse...

Oi,Sônia,adoro as tuas fotos,venho sempre olhar os recantos e o mar,os recantos e a poesia...
Beijos!

“Nomeei-te no meio dos meus sonhos
chamei por ti na minha solidão
troquei o céu azul pelos teus olhos
e o meu sólido chão pelo teu amor.”
(Ruy Belo)

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.