.

.

01 setembro 2010

Felicidades


Pequenas felicidades
passeiam por nossos dias
como joaninhas na palma
da mão,
como um desenho de orquídea
trazido pelo vento.
Para não desperdiçá-las
há que estar sempre atento,
caminhar vagarosamente
pelos contornos da tarde,
encher os bolsos com a areia
dourada do tempo

Roseana Murray



16 comentários:

Arantza G. disse...

Después de las vacaciones, un gran beso en el recuerdo.

Chica disse...

Que possamos ter muitas dessas pequenas felicidas sempre...beijos,lindo SETEMBRO!chica

Graça Pereira disse...

A felicidade é feita de pequenas gotas...como o mar!
Bj e bom fds
Graça

Adolfo Payés disse...

Gloriosos son tus versos querida amiga..


Un abrazo
Con mis
Saludos fraternos de siempre..

Que tengas un día maravilloso.. mis mejores deseos con cariño.

Priscila Rôde disse...

E não exigir que ele permaneça intacto depois de uma ventania.

Um beijo.

Lu Nogfer disse...

Sao essas pequenas felicidades que tecem a vida assim tao belamente!
LINDO!

Beijos!

Tatiana disse...

Estou deixando esse comentário igual para todos pois a causa é importante!

Quando um grande compositor brasileiro escreveu com propriedade que “um mais um é sempre mais que dois”, ele já compreendia que caminhando só caminha-se mais rápido, porem aqueles que caminham em grupo vão mais longe.
Em minha postagem no blog, estou contando com os amigos para ajudar uma família.
Se você puder ajudar será maravilhoso.
Um abraço carinhoso

Henrique Rodrigues Soares disse...

Sônia, está lindo seu blog, e suas poesias cada vez mais ricos de sentimentos.
Coloquei algumas suas poesias no seu aniversário em meu blog.

Muito obrigado por compartilhar estes versos de Roseana Murray.

Sds.

Aníbal Raposo disse...

Cara Sônia,

Aqui estou de volta para ler as tuas escolhas poéticas e maravilhar-me com as tuas fotos.

Beijos

M@ria disse...

Se move, nos move e muda
Em nosso intimo mais profundo;
È cheia, como a paixão que nos deu
Ora torna-se desnuda,
Dando voltas pelo mundo,
Aparecendo aqui e ali, a luz concedeu.
.
Betânia Uchôa


Feliz Sábado e beijos meus!M@ria

AROBOS disse...

He estado un tiempo ausente de los comentarios de los blogs amigos. Hoy he vuelto y he encontrado la belleza de esas fotos y de esos versos.

BRANCAMAR disse...

Sónia,

Já não passava há algum tempo, a entrada do blog está lindíssima, com um banco que nos convida a sentarmo-nos em frente ao mar olhando o horizonte.

Adorei.

Todas as fotos são belíssimas e o poema fala-nos do essencial da vida, de que tantas vezes não nos apercebemos.

Há que estar sempre atento e termos a capacidade de sempre nos espantarmos.

Beijinhos
Branca

"Cantinho Poético" disse...

Bom dia e Feliz Semana!!
Tem selinho aqui prá voce...pegue o seu!!

Beijossssss.......M@ria

lupussignatus disse...

vespertino

cristal

o que se

desprende

deste ramo



*boa semana*

Helena Castelli disse...

Sônia... venho trazer um pouco de poesia e desejar que sua nova semana seja de mil cores, que tenhas muitas alegrias!

Abrindo o coração

Para te dizer a verdade
Eu nunca quis ser um violoncelo
Quando era árvore
Eu tinha a minha canção
(Lorena Bruff)

Beijos com carinho.

Luísa N. disse...

Sonia,obrigada por compartilhar conosco versos que tão bem nos tocam a alma. Sim, nossos dias são feitos de pequenas felicidades, por vezes escorregadias...
Que bons ventos sempre te soprem nessa ilha de sonhos!
Luísa

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.