.

.

19 dezembro 2010

Um Dom


Deus disse:
 Vou ajeitar a você um dom:
Vou pertencer você para uma árvore.
E pertenceu-me.
Escuto o perfume dos rios.
Sei que a voz das águas tem sotaque azul.
Sei botar cílio nos silêncios.
Para encontrar o azul eu uso pássaros.
Só não desejo cair em sensatez.
Não quero a boa razão das coisas.
Quero o feitiço das palavras.

Manoel de Barros 





6 comentários:

Isa disse...

Para desejar um Feliz Natal!
Tudo de bom,minha querida Sônia.
Beijo.
isa.

tossan® disse...

Belíssimas fotos e poema!
A prova de que a natureza é sábia é que ela nem sabia que iríamos usar óculos e notem como colocou nossas orelhas. (Jô Soares)

Beijo e Feliz Natal!

Mar Arável disse...

Que vivam os criativos

Ricardo Miñana disse...

En estas fiestas tan entrañables, con mis mejores deseos de ilusión, paz y felicidad.

¡¡FELIZ NAVIDAD!!

Un abrazo.

nacasadorau disse...

Amiga Sônia,

Por estes caminhos nos encontramos e nos perdemos.

Espero poder retomar de forma mais consistente em 2011 a nossa amizade virtual.

Feliz Natal!


Natal, Hoje!


Todos dizem com certeza
Absoluta,
Tocante e rasante
Que o Natal já não é
O que era dantes.
Perdeu o sentido
Ganhou mais cor;
Perdeu intimidade
Ganhou vermelho e Pai Natal;
Perdeu celebração de Jesus
Ganhou o incenso do tempo,
A mirra das vontades
E o ouro nas relações…
Todos os dizem
Mas eu, que sei?


2010
Maria José Areal


Beijinhos

Phivos Nicolaides disse...

Lindas fotos. Calorosas saudações.

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.