.

.

28 abril 2011

Entre a promessa e o sonho


Há entre a promessa e o sonho, 
um amanhecer azulado de lírio, 
um cheiro morno de colo, 
um suspiro de espera. 
Há entre nossas vidas um laço de vida 
nenhuma que se ata além do apreensível. 
Há entre mim e ti um tanto de espaço 
que se dobra e nos junta 
como se reordenasse todas as coisas. 
E então eu adivinho teu sorriso 
e tu intuis o meu olhar. 
Eu pressinto teus lábios e tu imaginas meu corpo. 
Eu sonho teu gosto e tu prevês minha entrega. 
Há entre o delírio e o real, um tanto de nós 
que já existe, agora. 

Ticcia


Imagens: Praia do Sambaqui, Florianópolis

5 comentários:

Sotnas disse...

Olá Sônia, que tudo esteja bem contigo!

Um belo poema,que em suas palavras escritas fala de um amor belo, cheios de sentimentos !
Dois seres em perfeita e harmaniosa sintonia, parabéns por mais esta bela postagem, texto e imagens!
Desejo a você e todos ao redor muitas fellicidades, grato pelas visitas, grande abraço e até mais!

Malu disse...

Que todos os nossos amanheceres sejam azulados de LÍRIOS...
Que belo isso, Soninha!!!
Um grande beijo e um excelente dia...

sam rock disse...

Buen fin de semana en esa maravillosa isla.

Un fuerte abrazo

Bya disse...

Não são mundos nem sonhos são lugares são tempo dentro do mesmo momento é Sentir é Amar é Unir!
Abraços bela passagem

momo disse...

Un beijo grande y feliz domingo.

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.