.

.

08 setembro 2011

Rua da solidão




Eu amava aquela terra,
onde as ruas eram livres,
onde eu podia correr.
Dei um nome a esta rua:
rua da solidão,
número das ilusões.

Lá as noites eram lindas!
Luar, estrelas, solidão,
céu azul quase veludo,
os vaga-lumes piscando,
com inveja das estrelas
brilhavam para se mostrar.

Noites enluaradas,
a árvore fazia sombra,
tudo ficava tão lindo!
E eu não parava de sonhar,
ali eu plantei mil sonhos,
mil ilusões eu plantei.
Mas da rua da solidão eu sai,
em outra terra fui viver.
E as ilusões, e os sonhos,
não chegaram a florescer.

Tereza C. Werson


Imagens da Praia da Joaquina

5 comentários:

Amor feito Poesia disse...

"... E descobri que não tenho um dia-a-dia.
É uma vida-a-vida. E que a vida é
sobrenatural."

Clarice Lispector

Beijos & Flores! M@ria

i ILÓGICO disse...

tudo sempre lindo por aqui!

O Profeta disse...

Nesta terra linda e verde
As pedras guardam mil e um segredos
Um arpão rasga o ar na procura do mal
Um traidor veste um fato de mil medos

As águas lavarão a lama do caminho
O vento alisará as pegadas na areia do Mar
O tempo ficará suspenso por um momento
Para eu…Orar, Caminhar, Amar…

Mágico beijo

Danielle Macena disse...

Muito bom esse seu post...
da uma passadinha no meu dpois, q ta atualizado.. dpois de muito tempo rsrs

♪ Su the best♫ disse...

Oi,primeira visita e desde já digo que adorei o design,os textos,as imagens belíssimas,que me fazem lembrar ainda mais da beleza de nossa natureza.Agora lhe convido a visitar o meu espaço!=)

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.