.

.

01 setembro 2012

Primavera-verão



Ah! Primavera,...
reclame com o astro-rei
o profícuo dos versos.
Pois nem toda a culpa
é do perfume tardio das flores
ou do mar.
Culpe, se quiser,
o equador celeste
ou o colorido das cangas,...
onde o dourado proclama
ser bem mais que um palpite.
E quem me conhece sabe,...
até calço palavras;
mas se cismo poesia,
já não tardo verão.

Rita Costa



5 comentários:

Graça Pereira disse...

Vejo que a primavera já entrou por aqui e vai tornar tudo ainda mais bonito...
Beijo e bom domingo.
Graça

Lídia Borges disse...


Belíssimo! Texto e imagem em apelo íntimo dos sentidos.

Um beijo

Lylico disse...

Coloque espaço pra comentários sob suas fotos de adolescente apaixonada! Vai ver só...heheheheh

Sotnas disse...

Olá Sônia, que tudo permaneça bem contigo!

Por cá nada por me queixar, pois sempre nos presenteia com os melhores textos seguidos das mais belas imagens a nos encantar, parabéns pelas belíssimas postagens sempre!

E sempre que venho cá agradeço por tua amizade e visitas, e deixo o meu desejo que você tenha um viver de intensa felicidade, abraços e até mais!

Andradarte disse...

Um deslumbramento todas estas fotos...

Abraço

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.