.

.

26 novembro 2012

Há sem dúvida




Há sem dúvida quem ame o infinito,


Há sem dúvida quem deseje o impossível,

Há sem duvida quem não queria nada -

Três tipos de idealistas, e eu nenhum deles:

Porque eu amo infinitamente o finito,

Porque eu desejo impossivelmente o possível,

Porque eu quero tudo, ou um pouco mais, 

se puder ser,


Ou até se não puder ser…



Alvaro de Campos







3 comentários:

Evanir disse...

Foi um prazer conhecer seu blog através do blog do poeta ,Vieira Calado.
Suas postagens são lindas de um conteúdo excelente.
Gostei muito da borboleta azul tatuada do seu braço.
Carinhosamente seguindo seu blog beijos feliz semana ,Evanir.

Daniel Costa disse...

Sonia

Que maravilha é a poesia de Fernando Pessoa, que deixou passar também nos seus heterónimos.
Um abraço

Eloah disse...

Sonia que belo post.Eu digo em uns dos meus versos:
"Pega da vida o que queres
Não menos do que mereças"
Muita luz e flores para enfeitar tua alma.Bjs Eloah

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.