.

.

09 janeiro 2013

Algo existe num dia de verão



Algo existe num dia de verão,
No lento apagar de suas chamas,
Que me impele a ser solene.
Algo, num meio-dia de verão,
Uma fundura - um azul - uma fragrância,
Que o êxtase transcende.
Há, também, numa noite de verão,
Algo tão brilhante e arrebatador
Que só para ver aplaudo -
E escondo minha face inquisidora
Receando que um encanto assim tão trêmulo
E sutil, de mim se escape.

(Tradução de Lúcia Olinto)
Emily Dickinson




3 comentários:

✿ chica disse...

Existe muito de lindo num dia de verão...O mar, céu, lindo tudo aqui! beijos,chica

Eloah disse...

Que Belo! Os versos deram um encanto imensurável ao verão.Lindinho teu neto!Crianças são adoráveis.A ilha radiante encantando nossos olhos e dos turistas.Bjs no coração Eloah

tossan® b&w disse...

O sol já é uma paixão, mas só quem a alma solta Corpo livre para quem se apaixona pelo vento e odor da maresia pura. Lindas fotos Sônia! Bj

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.