.

.

23 janeiro 2013

O tempo...



De que são feitos os dias? 
- De pequenos desejos, 
vagarosas saudades, 
silenciosas lembranças.


Cecília Meireles


Como o tempo custa a passar quando a gente espera!
Principalmente quando venta.
Parece que o vento maneia o tempo.


Érico Veríssimo


Tem dias que a gente se sente
Como quem partiu ou morreu
A gente estancou de repente
Ou foi o mundo então que cresceu.


Chico Buarque


O tempo nem sempre cura tudo. Tenho feridas que já cicatrizaram, 
mas que insistem em latejar quando o dia está nublado. 

Clarissa Corrêa



E a minha voz nascerá de novo,
talvez noutro tempo sem dores,
e nas alturas arderá de novo o meu coração
ardente e estrelado.


Pablo Neruda


4 comentários:

Florianópolis e sua Magia disse...

Sobre a palma de espinhos, triunfante,
Flor, ou coração?

Hummmmmm, mil vezes coração

vieira calado disse...

O pão
ou a sua ausência
por vezes
fazem o poema!
Deixo
os meus melhores cumprimentos.

Florianópolis e sua Magia disse...

Algumas pessoas chegam até nossas vidas
por uma Mão Divina.
Fazem uma doce algazarra em nossos dias
Dão um colorido especial a nossa alma
Fazem-nos acreditar na palavra ternura
Oferecem-nos as mãos
Ofertam-nos o coração...

Até quando ausentes se fazem presentes
São dádivas dos céus
São estrelas azuis
São simplesmente amigos.

Arnalda Rabelo

Portal de blogs teia disse...

Olá.
Adorei passar por aqui e conhecer seu cantinho.
seu blog é muito bom, parabéns.
Sempre que possível estarei passando pra ver as novidades.
Até mais

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.