.

.

02 janeiro 2013

Para refletir...




O rio passa ao lado de uma árvore, 
cumprimenta-a, alimenta-a, dá-lhe água... 
e vai em frente, dançando. 
Ele não se prende à árvore.
A árvore deixa cair suas flores sobre o rio em profunda gratidão,
e o rio segue em frente. 
O vento chega, dança ao redor da árvore e segue em frente.
E a árvore empresta o seu perfume ao vento... 
Se a humanidade crescesse,amadurecesse, 
essa seria a maneira de amar.

(Osho)

Imagem 1: Lagoinha Leste, Florianópolis, fonte da imagem: botapracima.wordpress.com

Lagoinha leste, Florianópolis

8 comentários:

✿ chica disse...

Palavras e fotos lindíssimas! beijos,chica

Sotnas disse...

Olá Sônia, que tudo esteja sempre bem contigo!

Pois é prezada Sônia, sempre que há respeito mútuo entre os seres a vida flui com deveras naturalidade, cada qual sabendo de suas responsabilidades e capacidade, sempre respeitando a do próximo!

Belo pensamento por cá postado, para se juntar aos outros que por cá estão, parabéns por sempre compartilhar belos escritos, obrigado pelas generosas visitas e amizade!
E grato deixo meu desejo que você e os teus tenham em suas vidas a intensa felicidade desejada, grande abraço e até maios!

angela disse...

Inspiradíssima!
Feliz 2013

Florianópolis e sua Magia disse...

Que seu dia seja sempre azul.

Deve existir algo estranhamente sagrado no sal: está em nossas lágrimas e no mar...
Khalil Gibran

Saldanha disse...

Como é bom retornar ao seu site, sabe qua faz um tempo que não visito ele e de cara lembrei dele.
Parabéns, sempre com ótimas fotos.
abraço
www.saldanhafotos.com

Agulheta disse...

Assim é amiga Sónia,o rio nunca se prende a nada e segue seu rumo,e nunca passa no mesmo lugar,tem o seu encanto,as fotos lindas.
Beijinho

AFRICA EM POESIA disse...

Sonia
Saudades de passar por aqui...

neste novo ano desejo o melhor do mundo e...


Novo Ano
Nova Vida
Nova Esperança...
Novo Recomeçar...

E neste Ano

Eu quero
Nova vida
Nova Esperança
Novo Renascer...


um beijo (espero um melhor 2013... o 2012 cansou-me muito...)

Nilson Barcelli disse...

O texto é mesmo para ser refletido.
Gostei de o ler.

Sónia, querida amiga, tem um bom fim de semana.

Beijo.

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.