.

.

03 fevereiro 2013

O tempo passou



O tempo passou e você nunca chegou
Por tanto tudo tem que ser esquecido
Por não ter sido vivido
Apagar uma lembrança
De um passado que nunca existiu.
É tão frustrante ter que te esquecer!
Sem nem te conhecer
Ter que esquecer-me
De um toque que nunca aconteceu
Não, não é esquecer!
Na verdade é me desfazer de um desejo
Cancelar um sonho que não se tornará real
Extinguir a fragrância que fantasiei de ti
Pedi parte de mim, que nem ao menos conheci.
Ah! Não conheci teus braços
Não me envolvi em teu abraço.
Teus olhos, eu não pude ver.
Não parei diante de você.
É, foi isso que vivi!
Uma fantasia de ti.

Enide Santos


5 comentários:

Marcia Morais disse...

Falou ao coração,que lindo amiga,deixo aqui meu carinho e o desejo de otima semana!

Florianópolis e sua Magia disse...

Que nunca te falte a estrada que te leva, a força que te levanta, o amor como criar email que te humaniza, o pão de todo o dia e o verso de cada poema! Lou Witt

Graça Pereira disse...

Um pagina perfeita: com um poema que me deixou alguma angústia, embora bonito. Os belíssimos Ibíscos, flores que predominavam na minha terra e depois...a música que envolve tudo e nos põe no ritmo do sonho.
Beijo e feliz semana.
Graça

Eduardo Aleixo disse...

Bonito poema, com flores lindas. Um beijinho.

olharomar disse...

Ola Sonia,

As maiores felicidades deste outro lado do mar...sua pagina continua como sempre, linda, de poesia brilhante e cores claras, como deve ser a felicidade.

Um abraço e felicito-a por continuar deixando a poesia saltar do seu colo e o sonho voar.

Um abraço

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.