.

.

25 fevereiro 2013

Quando encontrar alguém...



Quando encontrar alguém 
e esse alguém fizer seu coração 
parar de funcionar por alguns segundos, 
preste atenção: 
pode ser a pessoa mais importante da sua vida.
Se os olhares se cruzarem e, neste momento, 

houver o mesmo brilho intenso entre eles, 
fique alerta: 
pode ser a pessoa que você está esperando 
desde o dia em que nasceu.
Se o toque dos lábios for intenso, 

se o beijo for apaixonante, 
e os olhos se encherem d’água 
neste momento, perceba: 
existe algo mágico entre vocês.
Se o primeiro e o último pensamento 
do seu dia for essa pessoa, 

se a vontade de ficar juntos 
chegar a apertar o coração, 
agradeça:
Deus te mandou um presente: 
O Amor.




8 comentários:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Modos de descobrir o amor num poema cheio de ternura.
Na minha idade já não acreditamos nestas loucuras. Queremos certezas de que aquele amor não nos abandonará nunca mais nem nós deixaremos de saber amar com todas as letras...

Florianópolis e sua Magia disse...

Quando a noite esconde a luz, Deus acende as estrelas.

Padre Fábio de Melo

Kotta1947 disse...

E quem não gostava de encontrar uma pessoa que provocasse esse clic.Um abraço

Morgan Nascimento disse...

Hola, enhorabuena por tu blog!
Si usted puede visitar este blog:
http://morgannascimento.blogspot.com.br/
Gracias por su atención

Sidney Ramos disse...

Olá Sônia, continuo lá com meu blog espero sua importante presença e um breve comentário, obrigado por me adicionar no seu face e vou postar esse belo Drummond, tá?

poetaeusou . . . disse...

*
a ternura do Amor,
em palavras carinhosas !
,
um mar de luz,
deixo,
*

Sotnas disse...

Olá Sônia, desejo que tudo permaneça bem contigo!

Palavras simples, porém deveras expressivas de como pode ser este intenso sentimento chamado amor!

Parabéns pelas belas escolhas que sempre compartilha com os amigos, obrigado pelas visitas e amizade!
E assim deixo meu desejo para que você tenha em teu viver sempre esta alegre e intensa felicidade, um grande abraço e até mais!

isa disse...

Lindíssimo texto!
Beijo.
isa.

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.