.

.

28 fevereiro 2013

Amor além da vida



Um sentimento vai
Além da vida pra dizer
Que nunca é tarde pra tentar
Um grande amor então viver

Já fui ferido,
Também chorei, posso entender
Mas esse amor além da vida
Vamos viver
Eu já fui teu sol, fui teu luar
Dei tudo de mim pra te convencer
De que eu sou o amor e parte de mim
Pertence a você.
Mil vidas de amor pra continuar
Tentar ser feliz sem fazer sofrer
De volta ao que eu sou, eu renasci
Pra te merecer...


Paula Fernandes



3 comentários:

Graça Pereira disse...

Quem é fiel...volta sempre, como eu!
E encontrar este poema a rebentar de amor em cada palavra...é o máximo.
Li devagar, muito devagarinho...para saborear!
Beijo e bom fim de semana.
Graça

Maria Rodrigues disse...

Que o amor seja sempre eterno. Belissimo poema.
Beijinhos
Maria

Fanzine Episódio Cultural disse...

A FUGA DA ALMA

Todas as noites ela me abandona
Sem nenhuma explicação.
Alimenta-se ininterruptamente
De brigas e ovedoses de adrenalina.
Mas ao romper do dia, ela retorna,
Trazendo-me apenas sobras
Da sua irresponsabilidade.

(Agamenon Troyan)

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.