.

.

02 junho 2013

Baila sob a luz das estrelas...




Baila sob a luz das estrelas.
Desata o fio de teus sapatos.
Deixa que o sol te beije de esperanças e risos.
Faze de tua vida
um hino ao beijar os olhos da manhã
uma harpa ao por os pés no ventre da noite
um rodopio de azuis, de conchas e de búzios.
Deixa que o vento brinque com teus pés
a chuva te beije ate se cansar
as flores e os verdes e os caracóis
enfeitem teus cabelos de verões.
Corre atrás da vida com ternura de criança 
e canções plenas de paz
e com risos de palhaços
porque tudo, todos nos 
brincamos de viver bem
sempre, sempre
num carrossel
no circo da vida.

Alvina Nunes Tzovenos



3 comentários:

✿ chica disse...

Linda poesia e fotos maravilhosas! beijos,chica

DE-PROPOSITO disse...

Deixa que o sol te beije
----
O sol todos os dias nos beija. E sem os seus beijos não haveria vida.
----------
Que a felicidade ande por aí.
Manuel

Gil SEMy disse...

Carmen Mateus é plagiadora em todos os Sentydus. Cuidado. Protege teus versos.

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.