.

.

04 agosto 2013

É isto que eu quero



É isto que eu quero na minha vida:
este esplendor de arco-íris colorindo a tarde,
a chuva, o céu gris.

Mesmo quando se desfaz,
o arco de cores ainda pinta o remoto azul,
as nuvens cinzas, a se esfiaparem pela imensidão.

Eu volto o pensamento,
a vista para a penumbra do interior,
neste fim de tarde, neste fim de dia.

E sinto, permanente, imanente,
o arco no céu, as cores em mim.

Aglaia Souza



5 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Maravilhoso...
Bom dia, e uma boa semana
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt
/

beijo

Ricardo- águialivre disse...

Boa tarde

Simplesmente... MARAVILHOSO

Deixo abraço
*************************
http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

Vieira Calado disse...

É bonito, é!
Quem é que não quer!...
Beijinhos!

Eloah disse...

Lindo poema!Encantei-me.As tuas fotos fantásticas como a nossa ilha.Forte abraço Eloah

in natura disse...

Eu também quero amiga Sônia.
Que fotos lindas!
Obrigado por lembrar do meu aniversário. Beijus

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.