.

.

18 janeiro 2009

Sorriso


Creio que foi o sorriso,
sorriso foi quem abriu a porta.
Era um sorriso com muita luz
lá dentro,
apetecia entrar nele,
tirar a roupa, ficar
nu dentro daquele sorriso.
Correr, nadar,
morrer naquele sorriso.

Green God

Um comentário:

Gilbamar disse...

Também gostaria de envolver-me num lindo sorriso e sentir os bons fluidos advindos desssa expressão máxima da simpatia.

Fraternal abraço.

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.