.

.

30 março 2009

OUTEIRO


Deste outeiro, onde me isolo,
Vejo o céu, o mar, o mundo,
Vivo mágoas sem consolo,
Sonho abraços, beijos, colo,
No silêncio mais profundo .

Leio o tempo - que se escoa -
Nas estrelas a brilhar.
Numa ânsia, que magoa,
Sonho tanta coisa boa,
Que me causa medo amar.

Vitor Cintra

15 comentários:

Victor Gil disse...

Olá Sonia.
São os outeiros das nossas vidas, que por vezes nos condicionam o amor. Medo de amar não devemos ter. O problema é por vezes amar a quem.
Um beijo.
Victor Gil

Branca disse...

Tenho medo de não amar!

Excelente semana pra vc Sonia, repleta de surpresas agradáveis!

bjos!

Codinome Beija-Flor disse...

Eu concordo coma Banca, o medo que tenho é de não amar.
E basta ver essa imagem qu escolheu, esse enorme mar, como não amar?
Bjos

Heresias disse...

Na luta entre amar e não amar esta última tem que ganhar.
Saudações
Zina

Cleo disse...

Sonia, uma bela imagem emoldurada pela tua poesia. tudo divino.
Beijos com carinho.
Cleo

Nilson Barcelli disse...

Fizeste uma excelente escolha, com muito bom gosto, porque o poema é lindo e muito bem escrito.
Soa tão bem que deve dar para ser musicado e cantado.
Cara amiga, boa semana, beijo.

Marta Vasil disse...

Nos sonhos amamos tanto e tão intensamente, que nos fica o medo de não conseguirmos amar assim, fora do sonho. Medo legítimo, mas acreditar que isso é possível, tira toda a legitimidade.

Beijinhos

MV

Eu disse...

Acredito muito no amor, por isso jamais me privaria a este sentimento seja lá o motivo que fosse!
Um grande dia com muito amor para você, querida amiga!
Beijinhos

A.S. disse...

Ama!... Não tenhas medo de amar!
Só o amor te pode libertar!


Beijos...

SAM disse...

Mas que bela escolha! Adorei conhecer o poeta, que desconhecia. Lindo, Sonia!!!


Um beijo

Mar Arável disse...

Mar desgrenhado

Ana Lucia disse...

Mais vale a dor do amor do que a dor de não poder amar...
Seu blog é um show, lindos poemas, maravilhosas fotos, ficamos um tempao aqui apreciando o mar... rs
Beijos, ótima semana a vc.
Se quiser passar no nosso cantinho será uma alegria poder receber-lhe lá.

http://momentos-de-amor.zip.net/

Sônia Brandão disse...

O amor não deve permanecer apenas no sonho. Nunca se deve ter medo de amar.
bjs

Naila disse...

Poema lindo e que imagem!!
Passando para te deixar meu carinho.

Bjusss

Samis disse...

Olá,

Parabéns pelo blog, belas imagens e textos...

Posso te visitar mais vezes?

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.