.

.

27 abril 2009

CANTARES


Tu vives em minha mente...
Antes das estrelas iminentes
Antes do fogo dissimulado
Antes da luz reconstruída
Antes das vozes caladas
Antes da rosa na chuva
Antes de sua mão esquecida
Antes dos corações na carta de amor
Antes da tarde imóvel debaixo da árvore
Antes das coisas que seguem seu caminho
Antes da meia lua em frios corredores
Antes de seu cabelo já treva e passado
Antes das areias submersas
Antes dos jasmins no cinema rural
Antes de minha voz ainda futura
Antes das estátuas de andar vacilante
Antes do jardim de onde escrevo
Antes da bruma que habitas desolada
Antes da pedra movida casualmente
Onde fábula aprendida de vento e azinhal
ficas lentamente...
Apenas ternamente acalentada de olhos brilhantes
Te desejo ... embora talvez,
o rosto indiferente.

Antonio Brañas - Guatemala
Imagem: Internet

14 comentários:

Princesa disse...

Sentir que somos importantes para alguém,
é simplesmente sentir a vida, o sonho,
principalmente se este alguém
é importante para nós.
UM BEIJO

Maria Emília disse...

Sónia, não é fácil este poema, embora muito bonito. Acho que pode ter várias enterpretações. Não sei o que estava na mente de quem o escreveu mas quando comecei a ler pensei da existência do Ser - sempre foi e sempre será. Depois no final senti que escondia um grande amor, alguém que se preocupa e ama muito o outro mas não o demonstra.
Um grande abraço,
Maria Emília

entremares disse...

" Te desejo ... embora talvez,
o rosto indiferente."

Há quem deseje a superfície das coisas, a superfície das almas, a superfície da vida. Há quem se contente em nadar à superfície de todas as coisas.

E há quem prefira mergulhar, ficar imerso, beber e ser bebido pelas coisas que vivemos e pelas pessoas que se cruzam connosco...

Nós decidimos.

Uma boa semana...

Xana disse...

Antes de tudo o mais, antes de tudo o que possa acontecer está o amor!
muito bonito esse poema , uma semana feliz querida,ensolarada com muita alegria e amor :)
beijinhos

≈ Estrellita ≈ disse...

esta muy bello Sonia, te dej o un fuerte abrazooo

Ernani Netto disse...

Antes de qualquer coisa o que mais importa, ou seja, quem nós amamos!

Bjaum

Marta Vasil disse...

Sónia
Um poema que dá que pensar. Não sei se consegui percebê-lo, mas poesia também é isto,é ler-se e fazermos a nossa interpretação, tentando obviamente respeitar a alma de quem escreveu. Parece-me que este poema remete para a esperança, para o acreditar num amor que ainda não aconteceu, mas que se deseja.

Beijinhos e uma boa semana

MV

Daniel Costa disse...

Sónia

A vento não mudou, um belo pôr de sol e mais um belíssimo poema apresentou.
Digamos que vou aportando à Ilha do Paraíso poético.
Abraço,
Daniel

Arantza G. disse...

Antes del amor...te abro mi corazón.
Bello poema elegido.
Ideas muy bien plasmadas.
Un beso

Victor Gil disse...

Amiga.
Passei por aqui e vi, mais uma linda paisagem onde tu vives antes do mar.
As fotos do meu Blog, são do meu filho.
Um beijo
Victor Gil

Helio Herbert disse...

Vim agradecer sua visita em meu blog e aproveitar para ler um pouco das tuas poesias.Abraços H.H.

Luísa disse...

Tu vais estar lá sempre...por mim, por ti, pelos amigos!
Beijinho terno, por este poema de presença!

iilógico disse...

antes que tudo finde
espero que saibas.


maravilhoso soninha

bj fraternal

Maria Clarinda disse...

Mais um poema bonito e profundo!!!
Jinhos

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.