.

.

08 maio 2009

ASA DE BORBOLETA



Nesta terna e longa viagem
Através da poesia.

Queria dar-te uma flor
Que jamais seque algum dia.
Pois ser feliz é esquecer…
A amargura do momento
E só assim a vida é sublime
Bonita!, ao mesmo tempo:
Como este mar
Que nos separa
Nesta noite amena e calma
Silêncio! Que o meu luar
Vai beijar a tua alma.

Rogério Martins Simões
19-08-2004 1:01
Imagem:Internet

Observação: O autor publica em seu espaço uma relação de plagiadores de sua poesia, que foram tambem postadas aqui, com o nome de um deles. Orientados pelo verdadeiro autor tomamos conhecimento deste fato e, assim sendo, estamos republicando este belo poema, com o nome do verdadeiro autor. Em páginas anteriores publicamos também o poema "Uma canção na alma", cujos créditos também pertencem a Rogério Martins Simões, mas estava sendo divulgado com outra autoria na internet (http://poemasdeamoredor.blogs.sapo.pt/). A poesia não só por sua beleza, mas por descrever sentimentos especiais e individuais deve ter sempre preservada sua verdadeira autoria, o plágio deve ser combatido em todas as circunstâncias. Sempre que publicarmos nesse espaço poemas ou textos que não apresentem o verdadeiro autor, mesmo que não tenhamos concorrido em culpa, estaremos notificando nossos amigos sobre o fato, dando os devidos créditos, por uma questão de justiça.

22 comentários:

Isa disse...

Que bom Sônia estar a regressar ao
nosso convívio.Ainda bem que sua Mãe está melhor.Beijo para ela.
Bom Fim de Semana.
Beijo.
isa.

Arantza G. disse...

Feliz fin de semana.
Disfruta y se feliz
Un beso.

Xana disse...

Belo poema
as pessoas têm de respeitar os outros e nem sempre isso acontece ... é pena!

beijinhos e bom fim de semana

Adolfo Payés disse...

Hermosa dedicatoria.. bravo,, es la imagen de tu inmenso corazón..

saludos fraternos
un abrazo inmenso

besos

que pases un bue fin de semana

ROMASI disse...

Boa tarde desde a Aldeia do Meco.

Quero agradecer a reposição da autoria deste meu poema. Quero agradecer aqueles que escreveram e devo dizer que aceito todas as justificações.

Raramente edito poemas de outros poetas e ninguém pode ser responsável, desconhecendo, que alguém em quem confiou pirateou os poemas de outros.

Será fácil descobrirem toda a verdade, toda a história deste poema. Basta abrirem o link para o Blog brasileiro da ASA DE BORBOLETA a quem o poema foi dedicado e publicado no meu e no seu blog.
http://asadeborboleta.blogspot.com

Continuo em busca dos nomes daqueles que “TIVERAM A DISTINTA LATA” de assinarem os meus poemas. Hoje mesmo já encontrei mais dois novos nomes. Vou continuar com a minha missão pois estou convencido que alguém foi mais longe neste plágio colectivo… Já tenho em meu poder a lei que se aplica aos plagiadores do Brasil. A nossa, conheço-a desde o tempo em que trabalhava na I.C.

Dizem que não me devo preocupar. Desculpem mas não consigo. Já deparei com poemas meus estropiados, colados, com o título alterado e sem título. Até textos, meros textos foram plagiados.
Vejam o meu blog sobre a minha doença de Parkinson. Tudo o que lá está foi autorizado a publicar. Tudo tem os créditos e a fonte.

Para terminar este esclarecimento devido, quero mais uma vez afirmar que sempre autorizei a transposição de poemas meus para blogs. Nunca me preocupei em procurar se alguém estaria a assumir-se como autor ou autora. Nunca pensaria em tal coisa. Agora que estou descobrindo os caminhos desta afronta não consigo ter paz. Preciso de paz para continuar a escrever a minha nova poesia que convosco partilhava com felicidade. Preciso de fazer o luto desta canalhice.

Quero agradecer a todos, e são muitos, que colocaram o meu nome nos meus poemas – mesmo àqueles que não indicaram a fonte. Finalmente quero acrescentar que muitos poemas pirateados já se encontravam e se encontram publicados em livros, revistas, cadernos, blogs, sites de poesia, teses de Mestrado e até em peças para meninos de rua no Brasil.
Acreditem ou não, perdi a vontade de voltar a colocar aqui mais poemas, porém, sinto uma forte vontade de explodir, deixar sair este vendaval até que o meu corpo frágil se concilie com a minha alma.
Termino dizendo que muito me honra ter mantido o poema com os devidos créditos. Tenho no meu blog cerca de 300 poemas meus, muitos dos quais sonetos, que pode aqui colocar se gostar e assim entender.
Muito obrigado pela nobreza dos seus actos
ROMASI
Rogério Martins Simões

Sandra S. disse...

Sei perfeitamente qual é a sensação de ser plageado. É horrível em todos os sentidos. Sentimo-nos literalmente roubados, e o roubo dos sentimentos é o pior de todos eles.

Está lindo o poema, parabéns ao verdadeiro autor.
Quanto à tua mãe, fico feliz que esteja melhor

:)

beijos

Heresias disse...

Que bela foto, Sónia: o mar aos pés! As rochas, a espuma!
Lamento o plágio. É próprio dos pobres de espírito!

Bom fim de semana.
Saudações

Princesa disse...

Minha boa amiga
obrigada pela visita ao meu blog vim aqui para lhe desejar do coração as melhoras para sua mãe que ela se restabeleça rápidamente
um beijo e bom fim de semana

Gleidston disse...

Excelente poema,desejo as melhoras para saúde de sua querida mãe,que os anjos esteja em virgilia por voces,com certeza farei uma prece e não esquecerei de voce.

bjss

Wanderley Elian Lima disse...

Obrigado Sônia pela v isita ao meu blog e por estar me seguindo. Volte sempre.
Um abraço

Adrisol disse...

debemos respetarnos unos a los otros!!!!!!!!!!
lamento mucho el plagio....

besitos y buen fin de semana

Flor de Lótus disse...

Boa tarde.
Visitando, para desejar um bom fim de semana e um Feliz dia das mães!

MÃE!
A mão que move ao berço é a mão que manda no mundo (W.S. Ross).

BEIJOS NA ALMA.

☆Fanny☆ disse...

Querida Sónia!

Soube agora que a tua mãe está doente... as melhoras e um beijinho para ela, ok?

Feliz dia das Mãe. Em Portugal foi no domingo passado!

Este poema de Rogério é lindo! É uma pena que as pessoas não saibam respeitar o que é dos outros. Só quem escreve, entende a magia das palavras que o seu coração murmura...é um atentado serem-lhes roubadas as pérolas da sua alma!

"Silêncio! Que o meu luar
Vai beijar a tua alma."

Destaquei este pedacinho... lindo demais!!!!

Um beijinho*

Fanny

Sonia Regly disse...

Sonia,
Agradeço a visitinha e desejo um feliz e abençoado dia das mães.Que Deus cure sua mãe e lhe dê muitas alegrias, harmonia e saúde para cuidar dos seus fofinhos.Beijos

Sonia Regly disse...

Sonia,
Agradeço a visitinha e desejo um feliz e abençoado dia das mães.Que Deus cure sua mãe e lhe dê muitas alegrias, harmonia e saúde para cuidar dos seus fofinhos.Beijos

Sonia Regly disse...

Sonia,
Agradeço a visitinha e desejo um feliz e abençoado dia das mães.Que Deus cure sua mãe e lhe dê muitas alegrias, harmonia e saúde para cuidar dos seus fofinhos.Beijos

Antonio Paulo disse...

Parabéns ao verdadeiro autor pois é belo o poema. Esses casos repetem-se muito na internet e sempre que possível devemos denuncia-los.

Dois Rios disse...

Sônia,

A poesia é linda. É uma lástima que hajam pessoas que desrespeitam os verdadeiros autores.

Espero que a sua mãe esteja em plena recuperação e que tanto você, quanto ela, tenham um dia cercado de muito amor.

Feliz Dias das Mães!

Beijos,
Inês

*Lisa_B* disse...

Querida Sónia,
hoje não estou muito bem para dedicar comentários como vc merece...quero apens desejar as melhoras da mãe e desejar feliz dia da mãe para uma linda mulher ...sim é tão linda no seu interior e o que a envolve. Tem fotos excelentes e sorrindo ...fica ainda mais jovial assim...
Obrigada por tudo.

Beijinhos com carinho

P.S Eu tenho muito cuidado nos poemas e textos que escrevo no meu blog por causa do plágio como ainda não sairam em livro coloco os fraquinhos que se roubarem de mim...paciênica...
É de facto triste querermos partilhar e termos medo de...compreendo este autor.

Layara disse...

Linda ação. Parabéns!

Um doce beijo de Loba para todas as mamães Lobas.

E para sua mãe um beijo especial.

Luísa disse...

Estimadissima Sónia,
é muito bom sentir o teu regresso!
Estarei sempre com umolhardeperto, a dar um carinho incentivador para ajudar a superar os momentos menos bons a vida.Também os tenho e conto convosco, amigos de longe, mas de perto no carinho!

Quanto ao post, devo felicitar-te pela tão sincera explicação.É lamentável que haja alguém que se aproveite do que os outros criam para tentarem brilhar.
O que ganham é um brilho basso, que tem tendência a oxidar e apodrecer pois não lhes é reconhecido qualquer valor.
Ainda bem que conseguiste repos a verdade.
Ler algo escrito por nós assinado por outros é algo muito estranho, leva-nos a sentir pena de quem o faz.
Saõ, acima de tudo, pessoas pobres de espírito.
Beijinho terno!

lua prateada disse...

Fica aqui o desejo de um lindo domingo vamos apreciar as pequenas coisas, pois um dia, talvez olhemos para trás e descubramos que foram essas as grandes coisas.
Beijinho prateado

SOL

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.