.

.

02 maio 2009

Como pequena flor


Como pequena flor que recebeu uma chuva enorme
e se esforça por sustentar o oscilante cristal das gotas
na seda frágil e preservar o perfume que ai dorme,

e vê passarem as leves borboletas livremente,
e ouve cantarem os passares acordados nesta angústia,
e o sol claro do dia as claras estátuas beijando sente.

e espera que se desprenda o excessivo.úmido orvalho
pousado, trêmulo, e sabe que talvez o vento
a libertasse, porém a desprenderia do galho,

e nesse tremor e esperança aguarda o mistério transida
assim repleto de acasos e todo coberto de lágrimas
há um coração nas lânguidas tardes que envolvem a vida.


Cecília Meireles
in Vaga Música

13 comentários:

O mar me encanta completamente... disse...

Cecilia Meireles emociona sempre.
Passear por aqui alimenta a alma,
e as palavras em poesia que nos nutre,fica ecoando na alma...
Saio daqui encantada, Soninha,
como só poderia acontecer...

Beijinho

Ernani Netto disse...

Lindo, lindo!

"assim repleto de acasos e todo coberto de lágrimas
há um coração nas lânguidas tardes que envolvem a vida" perfeito esse trecho!

Bjaum

Luísa disse...

Cecilia Meireles é sempre uma boa escolha!
Muita sensibilidade, Sónia!

Beijinho terno!

Jaclo disse...

Cuando te leo, veo siempre el mar...Y tú, a veces en las rocas, mirando la espuma sonriendo...
Saludos

Sandra S. disse...

Ccília transmite uma tranquilidade e uma suavidade nas palavras, fora do normal .

Boa escolha fizeste :)

Beijinhos e boa semana ^^

Layara disse...

Linda A metáfora dessa Grande Poetisa...
As vezes mesmo somos frágeis como a flor banhada de orvalho.
Nos sustentamos como a flor.

Perfeita escolha.


Bom inicio de semana!

Marta Vasil disse...

Tal como a flor..."e nesse tremor e esperança aguarda o mistério transida
assim repleto de acasos e todo coberto de lágrimas
há um coração nas lânguidas tardes que envolvem a vida."

Muita sensibilidade na escolha deste poema desta grande poetisa.

Beijinho e uma semana de muita alegria.

MV

Poemas e Cotidiano disse...

Que lindo poema da Cecilia Meirelles! Tao terno e tao cheio de entrelinhas. Lindo!
E queria lhe dizer que adorei essa foto sua do seu Blog (nessa agua toda). Que coisa linda!
Amei!
Beijos carinhosos e boa semana
MARY

Rosani Nauar disse...

Querida Amiga

Que bom está aqui novamente no seu blog magico, fiquei sem net um mes...agora estou retornando.

beijos

Adrisol disse...

hermosa metáfora acompañada por unas bellas imágenes..
felicitaciones.

besos, reina y buena semana

Kєтy Sαятo disse...

OBG Sôniia *-*
gosteei muito da sua postagem mi inspiro , e dá uma paz tão grande ler coisas CONSTRUTIVAS ;/
Valeeu pelos comentarios '-'
Beijãoo

Lígia Rosso disse...

Sônia amada...como é lindo ter esse vínculo de amizade tanto contigo quanto com teu esposo Eduardo...vcs já são 'de casa' pra mim pelo tempo de contato que temos aqui pelos nossos blogs. Te digo uma coisa, me emociono cada vez que visito teu blog...ele está cada vez mais lindo, mais mágico. Teu paraíso aí é colírio para meus olhos, calmante para minha alma. Tuas fotos, a seleção musical, os poemas...obrigado Sônia por compartilhar com a gente teu fascinante universo e sentimentos. Te adoro muito. Abração na família em especial pra ti e para o Eduardo. Deus abençõe vocês...bj

Linda Simões disse...

...há um coração nas lânguidas tardes que envolvem a vida."

Lindo!Lindo!Parabéns!Bela escolha!


Um abraço

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.