.

.

14 maio 2009

Houve um tempo...


Houve um tempo em que minha janela se abria sobre uma cidade que parecia ser feita de giz. Perto da janela havia um pequeno jardim quase seco. Era uma época de estiagem, de terra esfarelada, e o jardim parecia morto. Mas todas as manhãs vinha um pobre com um balde, e, em silêncio, ia atirando com a mão umas gotas de água sobre as plantas. Não era uma rega: era uma espécie de aspersão ritual, para que o jardim não morresse. E eu olhava para as plantas, para o homem, para as gotas de água que caíam de seus dedos magros e meu coração ficava completamente feliz.
Às vezes abro a janela e encontro o jasmineiro em flor.
Outras vezes encontro nuvens espessas. Avisto crianças que vão para a escola. Pardais que pulam pelo muro. Gatos que abrem e fecham os olhos, sonhando com pardais. Borboletas brancas, duas a duas, como refletidas no espelho do ar. Marimbondos que sempre me parecem personagens de Lope de Vega.
Às vezes, um galo canta. Às vezes, um avião passa. Tudo está certo, no seu lugar, cumprindo o seu destino. E eu me sinto completamente feliz.
Mas, quando falo dessas pequenas felicidades certas, que estão diante de cada janela, uns dizem que essas coisas não existem, outros que só existem diante das minhas janelas, e outros, finalmente, que é preciso aprender a olhar, para poder vê-las assim.

Cecília Meireles

21 comentários:

Adolfo Payés disse...

Que gusto es leerte, vengo y me entrego a tus verso, poemas que nos propones.. excelentes..

saludos fraternos con mucho cariño
un abrazo inmenso
besos

Ernani Netto disse...

Lindo isso...

Cecília é sempre bonitode se ler!

Bjaum

Victor Gil disse...

Amiga Sonia.

Houve um tempo
em que também tive janelas,
que se abriam
para os campos e as hortas.
As tuas abrem para o mar,
sem vidros ou portas.

Beijos e bom fim de semana.
Victor Gil

Pelos caminhos da vida. disse...

Somos "passageiros" de um lindo raio de luz
que nos conduzem a eternidade.
Conseguir perceber, sentir e tocar
este raio de luz dourado
é como manter uma comunicação
permanente com os nossos anjos.
Os anjos são nossos protetores e
nossos guias verdadeiros,
que nos conduzem de uma forma iluminada
ao entendimento,
a compreensão e ao amor.
E nos incentivam principalmente a construção
de uma vida em plena harmonia com o universo.
Portanto, olhe para o céu hoje, deixe que seu coração seja banhado por este "oceano de luz"
que irá transformar sua vida.
Deixe que ele ilumine sua vida com os raios da "FELICIDADE"!!!

beijooo.

Maria Madalena Schuck disse...

Bom-dia Sônia!
Passando para visitar seu maravilhoso blog!
Cada vez mais lindo!
Muito grata por suas visitas aos meus blogs também, sempre muito carinhosas.
Um maravilhoso final de semana a você e todos a quem amas.
Bjos.

Carmem disse...

Que verdadeiro este texto da Ceclia Meireles...Muito boa escolha para colocar aqui na tua página!

Beijo e obrigada pelo carinho!

Carmem disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
(Carlos Soares) disse...

Muito lindo esse texto dessa mulher maravilhosa, Cecília Meireles. Concordo mais com a última hipótese: é preciso saber olhar para ver as coisas assim. ver o mundo com olhos de criança. As coisas belas acontecem todo o tempo à nossa volta e não percebemos,estamos ocupados demais.Bom fds

Daniel Costa disse...

Sônia

Eu é que fico feliz de me dares a oportunidade de ir maditando, na filosofia poética de Cecília Meireles.
Daniel

≈ Estrellita ≈ disse...

__________________________________$$$
_______________________________$$$$$
____________________________$$$$$$
__________________________$$$$$$$
________________________$$$$$$$$_$$$$$$$$$$$
______________________$$$$$$$$$$$$$$$$$$
____________________$$$$$$$$$$$$$$$
___________________$$$$$$$$$$$$$
_________________$$$$$$$$$$$$
________________$$$$$$$$$$
_______________$$$$$$$$$
______________$$$$$$$$
_____________$$$$$$$$
____________$$$$$$$
___________$$$$$$$
___________$$$$$$
__________$$$$$$
__________$$$$$
_________$$$$$
_________$$$$
________$$B$
________$$2$
________$$$
________$$$_____$
__$______$$___$$
____$$$$$$$$$$$
_____$$$$$$$$$
______$$$$$$$$$
_____$$$$$$$$$$$$$
____$$$$$$$$$$$$$$$
____$$$$$$$$$$$____$
__$_____$$$$
_________$$$
__________$

QUE BELLO SONIA, QUE DISFRUTES DEL FIN DE SEMANA BESITOS MAIGA BELLA,

Málvadinha disse...

Lindo o texto!!
Um otimo fds pra vc.
Bjs

meus instantes e momentos disse...

é gostoso te ler, gosto daqui.
Tenha um feliz final de semana.,
maurizio

Heresias disse...

Bonito texto. Há dias, por acaso, ouvi da minha janela (não é tão bonita como a da foto) um galo a cantar. Adorei. Há anos que não ouvia nenhum a cantar, e muito menos da minha janela... Não ouvi, daí para cá, mais nenhuma vez mas... ficou a recordação e foi muito bonito.
Bom fim de semana
Saudações

Wanderley Elian Lima disse...

Cecília Meireles, fantástica.
Um ótimo fim de semana , nesta maravilha de ilha.

Nani disse...

Olá amiga...
obrigada pela visita.
Seu blog é maravilhoso, sinto-me em plena paz quando entro nele e penetro nessa calmaria, simplismesnte... A D O R O !!!
Bela escolha de texto da Cecília Meireles, diz tudo, né?

Parabéns pelo seu blog, continue assim.
Ótimo Fim de Semana.
Beijos, felicidades Mil.

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Essa descoberta da felicidade, só acontece quando realmente olhamos pra dentro... lindo!

Beijo grande, Sonia.

Rebeca

-

Denise disse...

A diferença entre ser e estar é
Ser feliz é SER.de dentro pra fora

Estar é um estado que muda e vai e volta.

Por isso algumas pessoas podem não entender o quão simples pode ser a tal felicidade.

Adorei conhecer esse lugar.

Volto

carinhos

Denise

ASHLEA disse...

Passando para agradecer a sua luminosa visita em meu blog..Parabéns !!! Seu blog é divino!!! Seja sempre bem vinda minha querida.
Beijos da sua mais nova amiga Léa.

lupussignatus disse...

olhar

florido

Sônia Brandão disse...

Que bela escolha, minha querida. Difícil não gostar de Cecília.
Um beijo e um ótimo domingo.

Lainha disse...

Obrigada pela visita querida,realmete é preciso saber olhar para poder ver-mos.

Um lindo dia pra ti.

Lainha :)

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.