.

.

21 julho 2009

Passemos, tu e eu, devagarinho


Passemos, tu e eu, devagarinho,
Sem ruído, sem quase movimento,
Tão mansos que a poeira do caminho
A pisemos sem dor e sem tormento.

Que os nossos corações, num torvelinho
De folhas arrastadas pelo vento,
Saibam beber o precioso vinho,
A rara embriaguez deste momento.

E se a tarde vier, deixá-la vir...
E se a noite quiser, pode cobrir
Triunfalmente o céu de nuvens calmas...

De costas para o Sol, então veremos
Fundir-se as duas sombras que tivemos
Numa só sombra, como as nossas almas.

Reinaldo Ferreira

13 comentários:

≈♦ Estrellita ♦≈ disse...

Hola cielo que bella entrada y las fotos hermosas un gusto visitarte te dejo un besito y buenas noches

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Lindo poema meu amor.
Beijos

sam rock disse...

Dixeronme de neno cando era
namais que vento e fume dado ó vento.
Sen sempre un alma pura, un sentimento
de rosas e de estrelas, primaveira.

Una aperta

LOURO disse...

Querida amiga Sónia.

Linda foto para um belo poema...
Gostei!!!

Beijinhos de carinho e amizade,
Lourenço

Graça Pereira disse...

Adoro Reinaldo Ferreira! Apesar de ter nascido em Espanha, foi sempre considerado um poeta moçambicano.Moçambique chorou a sua morte permatura aos 37 anos de idade. Foi muito bem escolhido este poema. Também gosto do "Menino Só" e tantos outros. Um bj carinhoso Graça

Alexandra disse...

Belos textos e belas imagens encontrei neste espaço tão acolhedor...


Beijinho.

Eduardo Aleixo disse...

É um poema doce, simples, musical, lindo.

L. Malloy disse...

De volta, se não me engano.

L

Daniel Costa disse...

Sónia

As opçoes, parecem infindas, mas a qualidade, a profundidade da poesia que aqui aparece é inegável.
Reinaldo Ferreira, há quanto tempo não lia algo dele!
Valeu a pena.
Daniel

Wanderley Elian Lima disse...

Poema de belíssima inspiração.
Um abraço

Princesa disse...

´¨`?•.¸¸.•?´¨`?•.¸¸.•?´¨`?•.¸¸.•?
´¨`?•.
+..*._/\_ .*. Meta: a gente busca*.* . _/\_ *
. +* >,"< * Caminho: a gente acha. * >,"< +
* , + .*. * . Desafio: a gente enfrenta*. * . *
+ _/\_. Vida: a gente VIVE*.* . _/\_ *. * . * .
* >,"< Saudade: a gente mata >,"< *.*._/\_
* . * . + Sonho: a gente realiza*. * . * . >,"<
* . _/\_ * Amigos: a gente CONQUISTA!* * .
. * >,"< + *._/\_ .*.,*.*. _/\_ *.*.*.*.*._/\_
.*+.*..*,.+* >,"< E... . * >,"< +. . .*.**>,"<
+..*._/\_ *. * . * . *.*.*.*.*.*.*.*.*.*.** . * .
. +* >,"< VOCÊ já me CONQUISTOU, * . _/\_
* , + .*. * portanto, conte comigo para*>,"<
+..*._/\_ .*. •buscar as metas; *_/\_.*.*.*
. +* >,"< * •achar o caminho; * >,"< + *.*.*
* , + .*. * . •enfrentar os desafios;.*.*.*.*.*
+ _/\_. •viver a vida;.*.*.*.*.* _/\_ ** . * . +
* >,"< •matar a saudade e...* >,"<* . * . +
* . * . + •realizar seus sonhos! *
(¯`v´¯) .:. *Bjocas no coração* .:.
`•.¸.•´
¸.•´¸.•´¨) ¸.•*¨)

MEUS PENSAMENTOS disse...

UM LINDO POEMA PRA LER COM O CORAÇAO!UM BJO PRA TI SONIA!

Gaivotadourada22 disse...

Um belíssimo Poema, que é puro encantamento, e uma imagem que diviniza a poesia... Aplausos! Beijos Sonia!

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.