.

.

14 agosto 2009

Somente Poeta


Não peça que eu voe,
sou um poeta da lida,
minhas letras são grades,
minha janela é a vida.
Sinto os sonhos antes de dormir,
como ondas de vento frio,
antes vem o amor,
como água que corre o rio.
Volto o corpo ao sol,
como se embriagasse de manhãs,
bebo cálices de luas,
uma ou duas, como se fossem de maçãs.
Amarrem minhas mãos,
escrevo com olhos que amo,
desenho o nu que respiro,
o nome que na noite eu chamo.

Caio Lucas

Imagens> 1 Ingleses, 2 Lagoa da Conceição

25 comentários:

♥ ♥ Rabiscando disse...

Lindo poema Sonia,

Ser poeta é sentir no embalo da noite a chama do amor florescer no coração.

Obrigada, um fds maravilhoso!

bjos!

Dois Rios disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dois Rios disse...

Oi, Sonia!

Eis um poeta que da vida faz a poesia e da realidade faz o sonho.

Muito bonito!

Beijo,
Inês

p.s. Somos da madrugada, né mesmo?

EDUARDO POISL disse...

Oi amor, passa no UMA ILHA PARA AMAR, tem uma surpresa para você, espero que goste.
Beijos de amor

Daniel Costa disse...

Sónia

Para escrever tão profundamente, como está o poema "somente Poeta".
Gostei!

Abri um novo "departamento" - amigos selinhos - está postado um, à disposição de todos os amigos, se for caso disso, podes ir buscar.
Daniel

Daniel Costa disse...

Sónia

Para escrever tão profundamente, como está o poema "somente Poeta".
Gostei!

Abri um novo "departamento" - amigos selinhos - está postado um, à disposição de todos os amigos, se for caso disso, podes ir buscar.
Daniel

©tossan disse...

Belas imagem com um poema fascinante encerro a minha noite com louvor! Beijo e um ótimo fim de semana na ilha com sol, eu sei...

Leonor Lourenço disse...

Sonia

Adorei o quepostou no meu blog.
Como gostaria de a conhecer pessoalmente.É uma pessao fantástica e com grande visão do sentimento humano.
Também podemos viver o vivido sim senhora.Revivendo, entrando e saindo sempre que nos aprouver.
Vejo que é amada e fico feliz por isso, merece-o.

Um beijo com uma ternur imensa da Leonor

Graça Pereira disse...

" Minha janela é a vida"..."escrevo aom os olhos que amo"...das poesias mais lindas e sensíveis, postadas por si. Um bj grande e bom fds Graça

Efigênia Coutinho disse...

Oi Sonia, adorei este post com poesia do Caio, ele sempre escreve maravilhas,
venho desejar um bom fim de semana,
estou viajando,
beijos
efigenia

Serena Flor disse...

Imagens e poema fascinantes...bela escolha amiga!
Um grande beijo e um fim de semana pra lá de bom pra você viu.

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA SÓNIA, BELO POEMA E FOTOS... SIMPLESMENTE SUBLIME... ABRAÇOS DE AMIZADE, BOM FIM DE SEMANA...
FERNANDINHA

Áurea disse...

Mas que linda poesia
Ao "entrar" eu encontrei
Era-me desconhecido
A visitar passarei

Passarei porque a poesia
Mora em meu coração
Este poema é lindo
Com rima e dedicação

Não é poeta quem quer
Poesia vem da alma
Para mim a poesia
É "coisa" que me acalma

Gosto que fale amor
Estrelas e lua também
Da natureza, do mar
E da magia que tem!

Eu gosto muito da Lua
Olho-a vezes sem fim
Às vezes faço-lhe pedidos
E ela ri-se p´ra mim!...


Um beijo
Áurea

Arantza G. disse...

Una delicia volver por aquí.
Siempre la belleza en palabras, en bellos versos que acarician el alma.
Un beso.

Pena disse...

Oh, Linda Amiga:
Um poema enternecedor e doce.
Claro que é magistral de fascinar.
Parabéns sinceros a longa distância.
Adorei.
Beijinhos amigos de um respeito enorme.
Um poema fabuloso do seu sentir.

pena

MUITO OBRIGADO pela sua amabilidade.
OBRIGADO! Bem-Haja, tudo de bom, amiguinha terna.

Antonio Paulo disse...

Um espetaculo vir aqui. Ser poeta é sofrer de um parto que vem rasgando a alma.Mas ao ver o rebento lindo em forma de poesia deixa nesse caso o pai ou mãe em estado de graça.Bom final de semana Sonia.

Paula Raposo disse...

Poema lindo! Desculpa se não te visitei, mas estive semi ausente...beijos

AC Rangel disse...

Quantas coisas são um poeta. Quantos brilhos e calores, tristezas e amores. Quantas vidas, quantas almas, tardes tristes, noites calnas. É você, Sônia. Vc,poeta.
Beijo

Chris disse...

Sinto-me mais leve quando por aqui ando. Beber cálices de luas, adorei o poema.
Um beijinho
Chris

Wanderley Elian Lima disse...

Lindo poema, não conhecia o poeta.
Bom fim de semana.
Um abraço

A.S. disse...

Sónia...

"escrevo com olhos que amo,
desenho o nu que respiro,
o nome que na noite eu chamo."


LINDOOOOOOO...!!!!!!!


Beijos...

Úrsula Avner disse...

Oi Sonia, não conheço o Caio mas achei o poema lindo e expressivo. Um abraço com meu carinho.

AFRICA EM POESIA disse...

Sonia


E...sentimos...
Como é bom viver...
Como é bom ter amigos...
E saber que o amor...
Andou por aqui!...



Um beijo...obrigada pela visita


e bom fim de semana

FOTOS-SUSY disse...

OLA SONIA MARAVILHOSO POEMA E BELAS FOTOS...OBRIGADO PELA VISITA AO MEU BLOG...
BOM FIM DE SEMANA.
BEIJOS DE AMIZADE!!!

SUSY

FOTOS-SUSY disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.